Ufal vai lançar curso de medicina, no segundo semestre, em Arapiraca

ufaNum processo cada vez mais intenso de interiorização, a Universidade Federal de Alagoas (Ufal) vai lançar, no segundo semestre deste ano, o curso de medicina em Arapiraca. Serão ofertadas 30 vagas por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), no qual instituições públicas definem os aprovados com base nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

 

De acordo com a assessoria de comunicação da Ufal, o curso terá um formato “diferenciado” e utilizará “novas metodologias”. As aulas, inicialmente, ocorrerão na sede do campus. Porém, estão em andamento obras para a construção de um prédio próprio. “A ordem de serviço já foi assinada e, agora, estão em andamento os projetos complementares”, informou a Ufal.

 

O curso de medicina em Arapiraca deve ofertar 60 vagas por ano, sendo 30 em cada semestre, sempre por meio do Sisu. “No segundo semestre deste ano, devem ser ofertadas as primeiras 30 vagas e, no início do próximo ano, as demais 30″, explicou a instituição.

 

Por meio de nota, a Ufal informou ainda que uma comissão nacional está acompanhando a execução do projeto e a implantação do curso. Essa comissão tem como meta avaliar a etapa inicial e acompanhar a execução das demais fases.

 

SELEÇÃO – Embora não tenha sido oficialmente divulgado no site do Ministério da Educação, a segunda seleção pelo Sisu deve acontecer em meados de junho. Poderá fazer a inscrição o estudante que participou do Enem em 2014 e obteve nota acima de zero na redação.

 

CAMPUS ARAPIRACA – O campus Arapiraca foi criado em 16 de setembro de 2006, como primeira etapa do processo de interiorização da Ufal. São  37 municípios diretamente envolvidos, contando com uma população de mais de 880.131 habitantes. São oferecidos os cursos de Administração, Administração Pública, Agronomia, Arquitetura, Biologia, Ciência da Computação, Educação Física, Enfermagem, Física, Letras, Pedagogia, Matemática, Química e Zootecnia.

Semana em Delmiro Gouveia pode ser marcada por pancadas de chuvas aponta Previsão do Tempo

Os últimos dias em Delmiro Gouveia e região sertaneja vem sendo marcado pelo forte calor, a população que é acostumada, ultimamente não está suportando a temperatura e pede a Deus que possa enviar chuvas para aliviar as condições climáticas.

 

Em uma pesquisa realizada na Previsão do Tempo a reportagem do portal Radar 89 apurou que a semana poderá ser marcada por pancadas de chuvas que se iniciarão no periodo da tarde desta terça-feira (7).

 

Confira:

 

Reprodução
Reprodução

 

 

Quarta-feira (8):

 

Reprodução
Reprodução

 

Quinta-feira (9)

 

Reprodução
Reprodução

 

Sexta-feira (10)

 

Reprodução
Reprodução

 

Sábado (11)

 

Reprodução
Reprodução

Em enquente 90% dos Delmirenses dizem está insatisfeito com Câmara de Vereadores

enquenteCento e vinte e cinco pessoas participaram de uma enquete criada pelo portal Radar 89 onde fazia a seguinte pergunta: Você está satisfeito com a câmara de vereadores de Delmiro Gouveia? Os delmirenses não pouparam os votos e cerca de 90% disseram NÃO.

 

No total 113 pessoas votaram negativimanete aos trabalhos desenvolvidos pelos onze vereadores que representam os delmirenses, apenas 12 pessoas foram favoráveis.

 

Lembrando que o sistema fornecido pelo portal permite que o leitor participe somente uma vez, assim que escolher a sua opinião o sistema já colhe os dados do aparelho eletronico e ele fica impedido de votar mais de uma vez.

 

Depois da enquente envolvendo a Câmara de Delmiro Gouveia, o portal de notícias, lançou uma com a seguinte pergunta: Você está satisfeito com os trabalhos desenvolvidos pela Companhia de Operações Policiais Especiais do Sertão (Copes-Caatinga); participe deixando o seu voto (AQUI).

 

 

Evangélicos da Assembleia de Deus encerram 25º Congresso de Jovens com “Chave de Ouro”

IMG_0344Milhares de evangélicos lotaram o templo sede da Assembleia de Deus em Delmiro Gouveia durante os três dias de evento pelo 25º Aniversário da União das Mocidades da Assembleia de Deus em Delmiro Gouveia. O evento foi finalizado neste domingo (5) com “chave de ouro”.

 

A festividade iniciou na quinta-feira (2) com uma carreata organizada pelos fiéis que percorreu as principais ruas da cidade, no dia seguinte foi à vez de celebrar o culto festivo que contou com a presença do Pastor da Assembleia de Deus de Rio Largo, Márcio Peixoto.

 

No sábado (4), foi à vez do Pastor Orisvaldo Gomes que matou a saudades dos evangélicos, onde o mesmo coordenou mais de dez anos a igreja e foi o fundador do conjunto de jovens.

 

Já no domingo (5), a festividade começou com uma Escola Bíblica Festiva e o aniversário surpresa do Pastor Cícero Otávio Marinho que completou 61 anos, durante o culto festivo foram realizadas diversas homenagens pelos familiares e amigos.

 

 

Durante a noite foi encerrado o congresso com a presença do congressista Josué Santos que finalizou o evento pregando a palavra de Deus. Além dos preletores participaram também o Ministério de Louvor “Banda El”, cantora Lia Alves e Esdras Silva, além de outros cantores da cidade.

 

Segundo a organização 28 pessoas que não eram evangélicas se converteram durante a festividade. A organização aproveitou para agradecer a todos os colaboradores desse maravilhoso evento.

 

Evangélicos lotam Igreja Assembleia de Deus no primeiro dia de Congresso de Jovens

Evento é realizado pelo pastor Cícero Otávio Marinho.

IMG_0096

 

Centenas de evangélicos lotaram o templo sede para participarem do 25º Congresso de Jovens da União das Mocidades da Assembleia de Deus em Delmiro Gouveia (UMADDEG), o evento é organizado pelo Pastor Cícero Otávio Marinho.

 

A festividade é realizada todos os anos e esse ano foi com o Tema: Jovens preparados para o arrebatamento. O preletor da noite foi o Pastor Márcio Peixoto que pregou sobre a “Arca da Aliança”.

 

Com a pregação 16 pessoas que estavam afastadas da igreja, voltaram para “casa do pai”. Este ano o evento está sendo marcado pela presença de adolescentes e jovens no conjunto musical, a organização estimula cerca de 350 participantes.

 

A programação continua neste sábado (4), às 18h, e no domingo (5), com a Escola Bíblica Dominical Festiva, a partir das 9h, e o encerramento começará a partir das 18h.

 

 

 

Criança de Mata Grande busca apoio para abrir biblioteca pública na cidade

Ana Mel, de apenas 7 anos, conta com o apoio da família para recolher doações

GazetaWeb
Gazeta

Pequena no tamanho, mas grande em atitudes, Ana Araújo Rocha Silva, de apenas 7 anos, carinhosamente chamada por Ana Mel, quer montar na garagem de casa uma biblioteca pública, onde qualquer pessoa poderá ter acesso aos mais variados tipos de livros. Ela cursa o 3º ano do ensino fundamental na Escola de Educação Básica Lápis de Cor, em Mata Grande.

 

Ana Mel conversou com a equipe da Gazetaweb na tarde desta terça-feira (31) e contou que a ideia de construir a biblioteca surgiu após assistir ao exemplo de uma criança na televisão. “Assim que assisti, fiquei com muita vontade de fazer o mesmo aqui na minha cidade. Não temos nenhuma biblioteca no município, nem mesmo nas escolas. Então seria uma oportunidade de todos terem acesso à leitura”, relata.

 

miniatura

 

Segundo Ana Mel, a avó dela é a maior incentivadora do projeto. Assim que soube da ideia, ela disponibilizou imediatamente a garagem de casa para que a biblioteca seja construída. “Ela adorou assim que contei e já disse que seria um orgulho pra ela ver o meu sonho realizado”, contou.

 

Atualmente, ela conta apenas com 9 livros em seu acervo, mas diz que algumas pessoas já prometeram realizar doações para a biblioteca. Ela conta com a ajuda de dois tios, Marcos Assunção e Fafá Rocha, dispostos a buscar as doações.

 

Quem estiver interessado a doar livros para a biblioteca da Ana Mel, basta entrar em contato por telefone com ela, através do número (82) 9125-5138, ou para o tio dela, Marcos Assunção, por meio do telefone (82) 9979-5959.

Centenas de católicos participaram da Via Sacra em Delmiro Gouveia

6Centenas de fiéis católicos realizaram na manhã desta sexta-feira “santa” (3) à caminhada da Via Sacra que relembra os passos de Jesus Cristo a caminho da crucificação até a ressurreição.

 

A caminhada teve início às 4 horas da manhã desta sexta-feira (03), saindo da Paróquia Nossa Senhora do Rosário e percorrendo ruas e avenidas da cidade de Delmiro Gouveia. Durante a Via Sacra, os milhares de fiéis relembraram o sofrimento de Cristo nas 15 estações. Em cada parada, católicos rezaram e louvaram.

 

Após a peregrinação, homens, mulheres, idosos, jovens e crianças retornaram até a Igreja Matriz, onde o pároco, padre José Aparecido agradeceu a presença de todos presentes e deu a benção final.

 

Programação:

 

03 / 04 – Sexta-feira

 

03hs: ofício da paixão;

 

04hs: Caminhada / Via sacra da Matriz – Reflexão: Comunidades

 

10hs: Celebração Penitencial;

 

17h30hs: Celebração da Paixão na Igreja Matriz encerrando com a procissão para a Capela da Vila, onde fica o Senhor Morto para a visita até a meia-noite.

 

04 / 04 – Sábado – Santo

20hs: Vigília Pascal – Logo após procissão com a imagem do Senhor Ressuscitado.

 

05 / 04 – Domingo da Ressurreição

 

07hs: SantaMissa na Igreja Matriz;

 

08h30: Batizados;

 

19hs: Santa Missa

 

 

 

Alunos da UFAL Campus do Sertão denunciam ausência de professores

ufalAlunos do 1º ao 5º período da UFAL Campus Sertão, denunciaram a falta de professores em algumas matérias do curso de História e Geografia.

 

Na semana passada, os calouros (1º período) dos cursos de História e Geografia, mal começaram a estudar e já foram dispensados por falta de professores.

 

“No segundo dia já fui informado que aula só na semana seguinte”, afirmou aluno.

Alunos do 3º período de história também sofreram com a ausência de professores na primeira semana.

 

Para os alunos do 4º período do curso de história a situação é ainda mais crítica, pois devido à falta de professor foram reprovados em uma matéria do 3º período.

 

“Por motivos de saúde ficamos sem um professor na metade do 3º período, já tínhamos realizado a AB1 e entregado alguns trabalhos. A universidade não providenciou o substituto a tempo e com isso fomos reprovados pelo sistema. Isso não é justo”. Afirmou um aluno do 4º período.

 

No 5º período a situação não foi diferente das 5 matérias, compareceram apenas 2 professores.

 

“Essa situação é complicada, os professores não apareceram, ninguém informou quando e quem vai dar aula”. Declarou aluno do 5º período do curso de História”

 

O Blog entrou em contato por e-mail, com o diretor do Campus e a coordenação do curso de História. O coordenador do curso de história, Profº.: José Vieira, falou sobre a matéria.

 

“Penso que o exercício da liberdade de imprensa e o direito da livre manifestação são essenciais à construção de um Estado (e de uma sociedade) democrático. Neste sentido, considero importante o trabalho livre da imprensa e a espontânea manifestação da sociedade, no caso a comunidade acadêmica do Campus do Sertão/UFAL.

 

Sobre a matéria em tela “Alguns alunos dos cursos de História e Geografia procuraram o blog www.ferreiradelmiro.com para reclamar a ausência de professores”, na condição de coordenador de um dos cursos mencionados, gostaria de fazer alguns esclarecimentos.

 

Os alunos do Curso de História até essa data, inclusive o presado blogueiro que também nos honra na condição de aluno, não encaminharam nenhuma demanda a respeito da ausência de professores neste semestre letivo à coordenação do Curso.

 

Esta coordenação não dispensou, na primeira semana e nem em nenhuma outra semana de aula, nenhum aluno pelo motivo apontado.

 

Em relação aos alunos do 1º e do 2º período, independente do curso, em razão da estrutura pedagógica adotada pela UFAL, eles ficam sob a responsabilidade de outras coordenações: Coordenação do Tranco Inicial, no caso dos alunos do primeiro período, e Coordenação do Eixo Educação, sob a responsabilidade do Curso de Pedagogia, no caso dos alunos do 2º período dos cursos de licenciatura.

 

Contudo, quando recebemos o encaminhado de alunos do 1º e do 2º período, reencaminhamos a demanda a coordenação ou setor competente.

 

Em relação aos alunos do atual 4º período do Curso de História, uma das disciplinas do 3º período, pendente em razão de um problema de saúde do docente responsável, eles deverão ter a situação regularizada, conforme orientação da UFAL, após a contratação de professor substituto, já aprovado em seleção pública, que deverá ministrar a disciplina no período de inverno. Informação já transmitida, em sala de aula, pela coordenação aos alunos presentes.

 

A UFAL, no processo de expansão e de interiorização, atravessa um momento de reestruturação dos cursos e de qualificação de seus quadros. Neste último caso, através do afastamento para doutorado de alguns de seus docentes.

 

No caso do Curso de História, o afastamento para doutorado, de dois docentes, demandou a realização de uma seleção pública de professores substitutos, já aprovados, que aguardam a efetivação do processo de contratação.

 

A este respeito, informo que esta coordenação mantém permanente contato com a Direção do Campus visando acompanhar a tramitação dos referidos processos de contratação. Desta forma, alimentamos a expectativa que em breve as disciplinas relacionadas aos dois docentes, afastados para cursos de doutorado, sejam assumidas pelos professores substitutos que aguardam contratação pela administração da UFAL.

 

Os docentes, obedecendo às normas e o calendário aprovado pela UFAL, têm autonomia para organizarem o planejamento de suas disciplinas, inclusive eventuais ausências e respectivos planejamentos para reposições no semestre letivo. Os casos omissos, quando encaminhados à coordenação e devidamente comprovados, são submetidos a apreciação do Colegiado do Curso para providências.”

 

O Diretor do Campus não respondeu o e-mail até o fechamento da matéria.

Alagoano que foi diagnosticado com malária segue em estado grave

O alagoano Agildo Pereira Araújo, de 34 anos, que foi diagnosticado por especialistas com a doença malária, continua internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no Hospital Escola Dr. Helvio Auto, no Trapiche. Entretanto, o paciente apresenta melhores significativas

O último boletim médico, emitido no final da tarde desta terça-feira (31) pela assessoria de imprensa da unidade hospitalar, aponta que o paciente segue respirando com ajuda de aparelhos.

O caso

Agildo Pereira chegou à Maceió no último dia 19 com a suspeita de malária. O paciente foi submetido a exames médicos no sábado (21) e a doença foi constatada.

Segundo especialistas no caso, os sintomas mais comuns são: calafrios, febre alta, dores de cabeça e musculares, taquicardia, aumento do baço e delírios.

Não existe vacina contra a malária e, em determinados casos, pode levar à morte se não for tratada. O Ministério da Saúde (MS) recomenda que se use repelente no corpo todo, camisa de mangas compridas e mosquiteiro, quando estiver em zonas endêmicas.

Também é importante evitar banhos em igarapés e lagoas ou expor-se a águas paradas ao anoitecer e ao amanhecer, horários em que os mosquitos mais atacam, se estiver numa região endêmica.

“É recomendado que se procure um serviço especializado se for viajar para regiões onde a transmissão da doença é alta, para tomar medicamentos antes, durante e depois da viagem”, destacou o infectologista Fernando Maia.

Delmiro, Mata Grande, Inhapi e mais 4 cidades sertanejas serão beneficiados com o ‘Moradia Legal II’; entenda

Escritura pública para imóveis de cidadãos de baixa renda

capa prefeitosGestores dos municípios de Mata Grande, Inhapi, Maragogi, Marechal Deodoro, São José da Tapera, Delmiro Gouveia, Pão de Açúcar, Poço das Trincheiras e Cacimbinhas assinaram, nesta terça-feira (24), termo de adesão do Moradia Legal II para regularizar a documentação de imóveis de cidadãos de menor poder aquisitivo. A iniciativa é da presidência do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) e da Corregedoria Geral da Justiça (CGJ/AL).

 

Para o presidente do TJ/AL, desembargador Washington Luiz Damasceno Freitas, essa ação é uma atividade de cidadania. “O papel do Poder Judiciário é de se aproximar das pessoas, temos que acabar com aquela ideia do Judiciário enclausurado em um castelo. Volto a repetir que pretendo me relacionar com todos os segmentos da sociedade. Esse projeto é uma atividade de cidadania”, afirmou o presidente.

 

O corregedor geral da Justiça, desembargador Kléver Rêgo Loureiro, destacou que, na primeira edição do projeto, mais de 13 mil famílias foram beneficiadas em Alagoas. “Agora com o novo provimento estamos facilitando ainda mais a regularização dos imóveis que não possuem escritura. Além das vantagens para os moradores, esse projeto também contribui para a arrecadação de impostos do município”, disse.

 

O magistrado Carlos Cavalcante, auxiliar da corregedoria e presidente da comissão do Moradia Legal II, explicou que a elaboração do provimento do projeto contou com os esforços da presidência do TJ/AL, da corregedoria e da Associação dos Notários e Registradores de Alagoas (Anoreg). “O provimento publicado recentemente no Diário da Justiça Eletrônico (DJE) dará todo o suporte legal para a regularização dos imóveis e a comissão estará à disposição dos gestores para esclarecimentos”, relatou o juiz.

 

Impacto social

O vice-presidente da Anoreg, Iran Malta, relatou aos gestores municipais que a primeira edição do projeto trouxe melhorias visíveis na qualidade de vida dos cidadãos que tiraram a documentação de seus imóveis. “Nós temos fotos das casas antes e depois da regularização e percebemos que a maioria delas foram reformadas graças a empréstimos nos bancos. Nós víamos as pessoas emocionadas ao receberem a documentação”, descreveu.

 

Para o representante da Associação dos Municípios de Alagoas (AMA) e prefeito de Pão de Açúcar, Jorge Dantas, o Poder Judiciário está contribuindo com a sociedade quando encara as prefeituras como parceiras na garantia dos direitos do cidadão. “O bem maior de toda família é a sua moradia. Melhor do que ter uma casa é tê-la reconhecida oficialmente. Para nós, gestores municipais, também é importante porque passamos a arrecadar os impostos”, afirmou.

 

Com a assinatura do convênio, os municípios ficam responsáveis pelo serviço de topografia e por disponibilizar um servidor municipal e um computador para o cartório durante o processo de regularização dos imóveis. Os primeiros títulos de posse devem ser entregues em até 90 dias após a implantação do projeto.

 

Interessados devem procurar a Corregedoria

 

Os gestores que se interessarem em inscrever os municípios que administram deverão procurar a Corregedoria do Poder Judiciário, no segundo andar do prédio do Tribunal. Já o cidadão de menor poder aquisitivo interessado na regularização de seu imóvel pode procurar a Prefeitura para saber se esta vai participar do Moradia Legal II.

 

A organização do cartório e a disponibilidade do município em realizar a parceria com a Justiça, além da renda dos moradores, servirão como critérios para firmar o convênio.