Padre Aparecido recebe Título de Cidadão Delmirense

Crédito: Ítallo Timóteo
Crédito: Ítallo Timóteo

Em sessão solene realizada nesta terça-feira (6), na Câmara de Vereadores de Delmiro Gouveia, o Padre José Aparecido da Silva foi homenageado com o Título de Cidadão. A proposição, de autoria do vereador Edvaldo Nascimento, foi aprovada em 2013 e foi entregue ao pároco em um evento que lotou a Casa Legislativa.

 

A solenidade foi conduzida pelo vereador Edvaldo devido à ausência do presidente Valdo Sandes, que estava em viagem, e contaram ainda com a participação dos parlamentares Marcos Costa, Pedro Paulo e Edmo Oliveira. A entrada do padre no Plenário foi saudada pelo hino da Padroeira Nossa Senhora do Rosário, entoado pelo cantor Ítalo Vieira e Jucilan Souza no violão.

 

Em seguida, foram realizadas as homenagens pelos convidados Frei Antônio, o proprietário da Loja Pisebem Calçados, Marcelo, o estudante Davi Batalha, Edileuza Patriota, Janeide Carvalho e o professor Tiego Barros, que falaram da importância do pároco à frente da Igreja como um condutor da fé. Os convidados também agradeceram a iniciativa do vereador Edvaldo e à Câmara por terem aprovado o documento, ressaltando que foi uma homenagem mais que merecida.

 

Para o autor da proposição, Edvaldo Nascimento, o título é uma forma de reconhecimento pelos trabalhos prestados pelo pároco à comunidade. “Padre Aparecido nasceu em Maravilha, mas hoje não temos como não dizer que ele não é delmirense, porque ele conquistou o coração de todos nós. Esta é uma homenagem mais do que justa por tudo que o senhor fez pelo povo delmirense”, falou. Os vereadores Marcos Costa e Pedro Paulo também ressaltaram o trabalho à frente da paróquia.

 

Finalizando a solenidade, o Padre Aparecido agradeceu a homenagem. “Agradeço esta homenagem e tudo que foi dito aqui. Esse título representa o que o povo de Delmiro é – amoroso, atencioso e cheio de respeito. Hoje completo 15 anos de sacerdócio sendo oito em Delmiro e estou muito feliz e realmente muito agradecido”.

 

Denatran adia por 90 dias o uso obrigatório do novo extintor

extintor1O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, em acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), decidiu adiar por 90 dias a obrigatoriedade do uso do extintor de incêndio veicular com carga ABC. O adiamento será contado após a publicação de uma nova resolução, mas o órgão informou que já não multará quem dirigir sem o equipamento.

 

Mais cedo, o Denatran anunciou que não pretendia ampliar o prazo para troca do equipamento e que seguiria a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que tornou obrigatório o uso desse tipo de extintor desde 1º de janeiro. A decisão, contudo, foi alterada na noite de ontem (5).

 

Com isso, motoristas que reclamavam da dificuldade de encontrar o extintor terão mais tempo para equipar o carro e se preparar para não infringir a lei. Após os 90 dias de prorrogação, os condutores que não cumprirem a determinação podem ter de pagar R$ 127,69 de multa e ainda perder 5 pontos na carteira de habilitação.

 

Segundo o Denatran, a medida garante maior segurança aos motoristas e passageiros. Isso porque os extintores com carga ABC são mais modernos e têm capacidade de combater princípios de incêndio em materiais sólidos, líquidos inflamáveis e equipamentos energizados.

 

Eles substituem o extintor BC, que apaga incêndio em materiais elétricos energizados, como bateria de carro e fiação elétrica, e também nos combustíveis líquidos (óleo, gasolina e álcool), materiais também recomentados para o extintor do tipo ABC.

 

A recomendação vale para carros que tenham dez anos ou mais, pois, desde 2005, os veículos produzidos no Brasil já saem de fábrica com o extintor recomendado.

Grupos culturais planejam ações contra indicação de Mellina Freitas como secretária de Cultura

4ef53262-2946-4858-9b5e-7489209f2d19O Movimento Cultural Alagoano (Mova) se reunião na tarde desta segunda-feira (05) para definir as ações que serão tomadas contra a indicação da ex-prefeita do município de Piranhas, Mellina Freitas. A reunião aberta aconteceu no Espaço Cultural da universidade Federal de alagoas (Ufal), localizado na Praça Sinimbu.

 

O encontro ocorreu em forma de assembleia e cada participante teve três minutos para a fala. Foram tratadas questões ligadas à organização estrutural do movimento e suas diretrizes. O grupo pretende ampliar a causa de maneira a atingir toda a sociedade.

 

Em sua página no Facebook, o movimento já havia divulgado uma carta de repúdio à nomeação nova Secretária de Cultura. O texto têm 100 assinaturas entre artistas e grupos culturais do estado.

 

PETIÇÃO

 

Uma petição eletrônica foi criada com o intuito de adesões à Carta de Repúdio, no site Avaaz.org. A reação da opinião pública aliada à manifestação do setor cultural podem resultar em mudanças na indicação do comando da pasta.

 

MOVA

 

O movimento é formado pela classe artística alagoana e por simpatizantes da causa. As discussões do movimento surgiram há cerca de um mês e foi consolidado há uma semana com a nomeação de Melina Freitas. As bandeiras levantadas pelo movimento envolvem políticas públicas voltadas à cultura em Alagoas a partir do diálogo com a administração do estado e município.

Washington Luiz assume TJ-AL e diz que vai aproximar o judiciário do povo

Presidente diz que não há tempo para amadorismo dentro do judiciário.
Posse aconteceu hoje no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso.

Foto: Roberta Cólen/ G1)
Foto: Roberta Cólen/ G1)

Ao assumir a presidência do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL), em solenidade realizada na noite desta segunda-feira (5), no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, em Maceió, o desembargador Washington Luiz Damasceno Freitas disse em seu discurso que sua gestão tem como objetivo trabalhar para aproximar a instituição da população alagoana.

 

“Não temos tempo para amadorismo e improvisações. Há muitas ações a serem implantadas e assim o farei. Irei desenvolver atividades que aproximem o Tribunal de Justiça do povo e não irei decepcionar os meus juridicionados”, expôs Washington Luiz ao agradecer a indicação para assumir o cargo mais importante do judiciário alagoano.

 

Foto: Roberta Cólen/ G1)
Foto: Roberta Cólen/ G1)

 

Na ocasião, ao entregar o cargo, o ex-presidente do TJ-AL, o desembargador José Malta Marques enalteceu a postura e escolha de Washington Luiz e disse que o novo presidente encontra a instituição bem posicionada dentro do ranking de produtividade dos tribunais brasileiros.

 

“Nenhuma seleção é mais forte do que esta. A corte escolheu os melhores nomes para assumir a instituição. Washington hoje vai encontrar o tribunal alagoano muito bem avaliado. Saímos do último lugar no ranking de produtividade, de um posicionamento humilhante, para ocupar hoje o 4° lugar. Algo que honra todos os desembargadores”, falou José Malta Marques.

 

A posse do novo presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas atrasou porque o presidente do TJ de Sergipe, o desembargador Cláudio Chagas, passou mal durante a solenidade e precisou de atendimento médico.

 

Críticas

 

O novo presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL), o desembargador Washington Luiz Damasceno Freitas, engrossou, na tarde desta segunda-feira (5), o coro de críticas às restrições impostas à 17ª Vara Criminal da Capital aprovadas na Assembleia Legislativa do Estado (ALE) na última sessão de 2014.

 

A regulamentação do colegiado limita a atuação dos juízes contra agentes públicos, como políticos, policiais e servidores concursados.

 

Durante entrevista coletiva à imprensa concedida momentos antes da sua posse como novo chefe do Judiciário, onde também foram empossados os desembargadores João Luiz Azevedo Lessa e Klever Rêgo Loureiro, vice-presidente e corregedor-geral de Justiça, respectivamente, Washington Luiz defendeu a amplitude do colegiado.

 

“A 17ª tem trazido relevantes serviços e foi questionada pela OAB nacional. Depois de julgada pelo supremo teve que ser readaptada. No final do ano houve apreciação da ALE, mas não conheço a redação final. O meu posicionamento é que a 17ª deve continuar em toda a sua amplitude”.

 

Washington Luiz também falou sobre a carência de 30 juízes. “O Judiciário já constituiu uma comissão para ajudar na preparação para concurso de juiz. Temos comarcas onde há poucos servidores, mas também passa por uma questão financeira. A Assembleia ainda precisa aprovar o nosso orçamento de 400 milhões”. Ele ainda afirmou que uma de suas pretensões é transformar o fórum do Barro Duro em um Fórum Penal.

Professores de Água Branca estão sem receber salário de dezembro

Categoria está sem saber o que fazer diante da situação

Arquivo Radar 89
Arquivo Radar 89

Os professores de Água Branca não terminaram e muito menos começaram bem o ano. A prefeitura ainda não efetuou o pagamento referente ao mês de dezembro de 2014.

 

Professores indignados, entraram em contato com o programa Radar 89 da Rádio Delmiro para denunciar o atraso no pagamento dos vencimentos de dezembro do ano passado. Os professores alegaram que estão sem saber o que aconteceu e pedem esclarecimentos urgentes.

 

A educação do município de Água Branca foi premiada em 2014 com uma das melhores avaliações da região sertaneja no IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), porém, as queixas dos servidores para com a gestão da educação da cidade não diminuíram.

 

O salário dos professores é pago com verba do FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação). No município, segundo o presidente do sindicato, o valor teve um leve crescimento nos últimos anos, o que deixa a categoria mais aflita e sem saber o que fazer.

 

Vários questionamentos são feitos pela classe da educação. “Cadê o dinheiro? O que está acontecendo?”, são falas de professores que já começam a ficar desesperados por não terem seus pagamentos efetuados. A prefeitura até o fechamento desta matéria não publicou nenhuma nota de esclarecimento.

 

O certo é que os professores do município de Água Branca receberam um verdadeiro presente de grego na entrada do ano. O “Papai Noel” não foi muito gentil nesse caso.

Delmiro Gouveia passará por falta de água por tempo indeterminado

Duas bombas de capitação de água foram queimadas após diversas quedas de energia.

Delmiro Gouveia - AL.Delmiro Gouveia sem água é isso mesmo sem água, Funcionários da Unidade de Negócios do Sertão (UNI-sertão) informaram com exclusividade na noite deste domingo (4) a reportagem do portal radar89, que mais uma vez a cidade estará passando por problemas no abastecimento do liquido precioso por tempo indeterminado.

 

De acordo com o funcionário, Jedial, duas bombas de capitação da água foram queimadas após diversas quedas de energia registrada no final de semana. Em alguns bairros e povoados já estão faltando água, porém os funcionários irão fazer rodízios, até que o problema possa ser solucionado.

 

 

A Unidade de Negócios do Sertão (UNI-Sertão) pede desculpas aos clientes e está desde o final de semana tentando solucionar o problema o mais rápido possível.

 

 

ERRATA: Divulgamos no início desta reportagem que a falta de água é por tempo indeterminado, recebemos um documento através da assessoria da Casal que o problema será solucionado até as 22h do dia de hoje. 

Padre José Aparecido receberá “Título de Cidadão Delmirense”

Facebook
Facebook

O padre José Aparecido da Silva receberá da Câmara de Vereadores de Delmiro Gouveia o “Título de Cidadão Delmirense”. A solenidade acontecerá nesta terça-feira (6) às 10h da manhã, na Casa Legislativa situada à Travessa Luiz Carlos Lima, nº 04, Centro, Delmiro Gouveia, Alagoas.

 

 

Nas redes sociais uma imagem do convite já circula onde rende alguns elogios e criticas, por exemplo, a do radialista Adriano Pereira que publicou em seu perfil oficial do Facebook: Passou do tempo. Depois de algumas críticas, finalmente um título a quem de fato o merece. Esse sim, tem trabalhos prestados, veste o nosso manto, diferentemente de muitos títulos que foram distribuídos por bajulação a um bocado de políticos e politiqueiros de plantão, vide, senadores, governadores, deputados, diretores e assessores de órgãos ligados ao governo Federal ou estadual, que só andam por aqui de 4 em 4 anos.

Ao padre josé Aparecido este título é de uma nobreza enorme a nossa gente, por ter em nosso meio um verdadeiro pastor, irmão, amigo, servo e enviado de Deus. 

Washington Luiz assume presidência do Judiciário hoje (5)

tjA nova cúpula diretiva do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), para o biênio 2015-2016, será empossada no dia 5 de janeiro, às 17h, no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, no Jaraguá, em Maceió. O desembargador Washington Luiz Damasceno Freitas assume a Presidência da Corte de Justiça e os desembargadores João Luiz Azevedo Lessa e Klever Rêgo Loureiro passam a atuar como vice-presidente e corregedor-geral da Justiça, respectivamente.

 

A escolha para os cargos se deu por aclamação, no Pleno do TJ/AL, em setembro de 2014. Washington Luiz, que é o decano do Tribunal, assume a Presidência no lugar de José Carlos Malta Marques. Natural de Piranhas, no Sertão de Alagoas, Washington Luiz ingressou na Corte de Justiça na vaga destinada ao Ministério Público (MP/AL), em fevereiro de 1998. Foi vice-presidente do TJ/AL no biênio 2003-2004, assumindo a Presidência nos seis meses finais, em virtude da aposentadoria de Geraldo Tenório Silveira.

 

O desembargador João Luiz Azevedo Lessa ocupará a Vice-Presidência no lugar de Tutmés Airan de Albuquerque Melo. Natural de Penedo, João Luiz se graduou na Universidade Federal de Alagoas (Ufal), tendo ingressado na magistratura em junho de 1986. Atuou nas Comarcas de Major Izidoro, Santana do Ipanema e Maceió, sendo promovido para o cargo de desembargador, pelo critério de antiguidade, em agosto de 2013.

 

Já Klever Rêgo Loureiro nasceu no Recife e se graduou na Faculdade de Direito do Centro Universitário Cesmac, em Maceió. Ingressou na magistratura como titular de Matriz do Camaragibe, em dezembro de 1986. Atuou também em Palmeira dos Índios, São José da Laje e na Capital. Foi promovido para o Tribunal de Justiça pelo critério de merecimento, em junho de 2012. Klever Loureiro assume a Corregedoria no lugar do desembargador Alcides Gusmão.

 

Os integrantes da nova cúpula diretiva concedem entrevista coletiva à imprensa na próxima segunda-feira, às 16h, no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso. Os comunicadores escalados para dialogar com os magistrados devem apresentar crachás de identificação funcional. A primeira fila de cadeiras do auditório está reservada aos profissionais de comunicação. O acesso será organizado pela Diretoria de Comunicação (Dicom) do TJ.

Ano letivo de 2015 na Ufal começa dia 9 de março

Divulgação
Divulgação

O ano letivo de 2015 na Universidade Federal de Alagoas começa no dia 9 de março. A decisão foi aprovada durante sessão ordinária do Conselho Universitário (Consuni) e contempla o Campus A.C. Simões, em Maceió, e as Unidades de Ensino em Penedo, Palmeira dos Índios e Viçosa. A data atende aos prazos de análise e divulgação de resultados do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), estabelecidos pelo Ministério da Educação (MEC).

 

Segundo o pró-reitor de Graduação, Amauri Barros, as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) estão previstas para sair até o início de janeiro. Com isso, os candidatos poderão se inscrever no Sisu entre os dias 19 e 24 de janeiro com resultado divulgado no dia 26. Então, haverá uma primeira e única chamada com matrículas a serem realizadas de 30 de janeiro a 3 de fevereiro.

 

“No âmbito local, a data também atende aos serviços efetuados pela Copeve com as listas dos estudantes que serão convocados, a seleção dos cotistas – este ano, a Ufal trabalhará com um total de 40% – e nós ficamos satisfeitos com a decisão, pois o processo realizado pelo pessoal da Copeve traz uma grande segurança e tranquilidade para a nossa Universidade”, explicou Amauri Barros.

 

O pró-reitor reforçou que também haverá uma lista de espera, cuja previsão de publicação para inscrição dos interessados é dia 26 de janeiro. “E a divulgação dos classificados nessa lista deve sair em 13 de fevereiro, com matrícula prevista para a última semana do mês. Muito em breve, a Copeve divulgará os editais com todas essas informações mais detalhadas, além de concorrências do Sisu e realização de matrículas”, avisou.

 

Os veteranos, por sua vez, devem ficar atentos aos prazos de matrícula. Será entre os dias 2 e 7 de fevereiro, voltada aos alunos do fluxo padrão; de 8 a 13, para quem estiver no fluxo individual. Já o período de reajuste de matrícula será entre os dias 23 e 27 de fevereiro, efetuado diretamente nas coordenações dos cursos.

 

Arapiraca, Delmiro e Santana

 

Os calendários acadêmicos dos campi Arapiraca e do Sertão (tanto a sede em Delmiro Gouveia quanto a Unidade de Santana do Ipanema) terão início no dia 23 de março. A matrícula dos alunos em fluxo padrão deve ser feita de 12 a 16 daquele mês e os alunos em fluxo individual têm a semana seguinte, de 17 a 21, para se matricularem. Já o período de reajuste será entre os dias 23 e 27 também de março.

 

“Assim como nas outras unidades, em Arapiraca, Delmiro Gouveia e Santana do Ipanema, as datas também foram pactuadas com apoio total da direção geral dos campi e com o CRCA [Departamento de Registro e Controle Acadêmico] de ambas as unidades e agora só fizemos confirmar”, revelou Amauri Barros.

 

Em Maceió e nas demais unidades de ensino do interior, o ano letivo de 2015 se encerra no dia 24 de dezembro, contemplando o ano civil e sem atrasos decorrentes do período da última greve ocorrida em 2012.

 

Novo edital para o Sisu

 

Na última terça-feira (23), a vice-reitora Rachel Rocha se reuniu com representantes da Copeve, da Pró-reitoria de Graduação (Prograd), do Departamento de Registro e Controle Acadêmico (DRCA) e da Procuradoria Federal para discutirem o novo formato do edital da Ufal para o Sisu a ser divulgado em breve. Na ocasião, foram divulgadas duas principais novidades do Sisu em 2015.

 

“A primeira, como já dito acima, é a existência de uma única chamada definida pelo Ministério da Educação e, logo em seguida, passaremos direto para a Lista de Espera que é gerenciada pela Ufal. A outra boa novidade é a utilização do CadÚnico, de forma complementar ou exclusiva, para a comprovação de renda dos candidatos cotistas”, explicou Amauri Barros.