Casal aprova ‘cápsula do sexo’ em camarote no carnaval de Salvador

Por | 19 de fevereiro de 2015 às 7:53

Casal Rayara e Marcelo disse que experiência foi inesquecível. (Foto: Diogo Macedo/Ag Haack)
Casal Rayara e Marcelo disse que experiência foi inesquecível. (Foto: Diogo Macedo/Ag Haack)

Cápsula “do sexo”, “da rapidinha privê”, “da paquera”. Muitos são os nomes dados ao espaço que está gerando muita repercussão nas redes sociais. A cápsula criada em um camarote no circuito Dodô (Barra-Ondina), em Salvador, por uma marca de produtos para o bem estar sexual e preservativos, tem como lema “proporcionar momentos incríveis em 15 minutos”.

 

Para a mineira Rayara Barcelos, de 24 anos, e o baiano Tiago Pires, de 29, a experiência foi como sugere a proposta: inesquecível. Esse foi o primeiro casal a experimentar a cápsula nesta sexta-feira (13). Ao saírem, diversos aplausos, risadas e fotos.

 

“Essa foi a primeira vez que nós usamos a cápsula. Dá para fazer sexo, sim. Nesse primeiro momento não fizemos (risos), mas quem sabe mais tarde”, despistou a loira, que ficou noiva na quinta-feira (12) do administrador de empresas.

 

Já para Tiago, melhor “praticar” em uma cápsula, a 15 metros de alturas, com sofá, ar condicionado, frigobar, do que “usar as pedras do Farol da Barra como motel”, enfatizou. Para Conceição Dias, 50 anos e feminista, como fez questão de destacar, “a ideia é demais”. “Foi um grande lance. Gerou muita polêmica. As pessoas dizendo que isso dissemina a prostituição. Nada disso. Fazer amor é nota mil”, disse a radialista, que está ansiosa para usar o espaço com o marido, Jorge Sales.

 

 

Casal Rayara e Marcelo disse que experiência foi inesquecível. (Foto: Diogo Macedo/Ag Haack)
Casal Rayara e Marcelo disse que experiência foi inesquecível. (Foto: Diogo Macedo/Ag Haack)

Deixe aqui seu Comentário

Radar notícias © 2014 - 2024 Todos os direitos reservados.