Acusado de esfaquear duas pessoas em Olho D’Água das Flores tem pedido de liberdade negado pela Justiça

A vítima foi atingida após uma discussão com o acusado; uma pessoa que foi tentar apartar a briga acabou sendo golpeada.

Por Anderson Cleyverson com TJ/AL | 19 de janeiro de 2019 às 8:30

 

 

Djanilton Santos Silva, acusado de esfaquear duas pessoas em uma festa no município de Olho D’Água das Flores, teve o pedido de liberdade negado pelo desembargador Sebastião Costa Filho, do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL).

 

De acordo com informações, a vítima foi atingida após uma discussão com o acusado; uma pessoa que foi tentar apartar a briga acabou sendo golpeada.

 

O desembargador ressaltou que Djanilton Santos Silva confessou o crime ao ser interrogado pela polícia. “A conduta imputada ao paciente, além de muito grave, é deveras repugnante e revela menosprezo pela vida alheia”, frisou Sebastião Costa Filho.

 

No pedido, a defesa fundamentou, entre outras questões, que o acusado é réu primário, possui bons antecedentes e residência fixa. Para o desembargador, porém, não há conjunto probatório suficiente para conceder a liminar. “A concessão de liminar em habeas corpus é medida excepcional, cabível apenas na hipótese de flagrante ilegalidade”, reforçou Sebastião Costa Filho.

 

Publicidade:

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Reforma da previdência, você é a favor ou contra?

    Resultado da Enquete

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar89 © 2014 - 2017 Todos os direitos reservados.