Alagoas continua na fase vermelha por 14 dias, decreta governo

Por Redação com Agência Alagoas | 31 de março de 2021 às 3:00

Foto: Márcio Ferreira

Alagoas seguirá na Fase Vermelha do Plano de Distanciamento Social Controlado por mais 14 dias. A renovação do decreto vigente, anunciada pelo governador Renan Filho durante coletiva de imprensa transmitida on-line na tarde desta terça-feira (30), inclui ainda a proibição do acesso a praias na próxima sexta-feira (2) em virtude do feriado da Semana Santa.

Após verificar os dados da última semana epidemiológica e os indicadores que norteiam as decisões acerca da pandemia provocada pelo novo coronavírus, o Governo do Estado decidiu prorrogar as medidas vigentes. “Mesmo com todo o esforço feito, com redução de casos ativos sobre casos recuperados e uma leve redução na taxa de ocupação de leitos, nós ainda tivemos uma semana com o maior número de óbitos das últimas cinco semanas. Então, o Estado tomou a decisão de manter Alagoas na Fase Vermelha”, justificou o governador.

Com a aproximação da Páscoa, as chances de aglomeração durante os dias de folga aumentam. Para evitar o risco de crescimento da transmissão, o novo decreto estabelece o fechamento das praias no litoral alagoano durante o feriado.

“Nós vamos ter um momento delicado ao longo dos próximos dias que é a Semana Santa. Um período que historicamente as pessoas aproveitam pra reunir as famílias e para viajar”, pontuou Renan Filho, que apelou à população: “Neste ano, é muito importante que, se as famílias puderem, não façam isso, não reúnam grupos grandes – porque isso certamente ajuda a propagar o vírus –, enquanto a gente agiliza a vacinação”.

Com vistas a uma possível melhora nos índices, um novo encontro de avaliação da crise será realizado já na semana seguinte à publicação do decreto. “Depois da Semana Santa, na segunda ou na terça-feira, vamos fazer outra reunião para avaliar e tomar novas decisões em relação a alguns segmentos específicos. Vamos rever e observar os números para tentar tomar outra decisão”, informou o chefe do Executivo estadual.

Novos leitos e vacinação

Em paralelo, o Governo do Estado segue a trabalhar incessantemente para minimizar os impactos da Covid-19 e salvar o maior número possível de vidas alagoanas. Na manhã desta terça-feira (30), ocorreu a reabertura do Hospital de Campanha Celso Tavares, no bairro de Jaraguá, em Maceió.

O equipamento possui 150 leitos (142 leitos clínicos e oito de estabilização) e uma usina própria para geração de oxigênio. Com a unidade, que demandou a contratação de 500 profissionais, a taxa geral de ocupação de leitos no estado caiu para 67% nesta terça-feira (30). “O Governo de Alagoas não esperou o momento de colapso da rede, demonstrando mais uma vez a capacidade de articulação”, destacou durante a coletiva o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres.

Noutra frente de atuação, a ampliação da vacinação segue como missão prioritária. “Alagoas é hoje o quarto estado que mais aplica as vacinas que recebeu. O nosso desafio é ser o primeiro”, frisou Renan Filho, que anunciou a perspectiva de recebimento nas próximas horas de novo lote de imunizantes enviado pelo Instituto Butantan. “Já estamos na expectativa de receber vacinas hoje ou no máximo na madrugada. Assim que recebermos, vamos distribuir para os municípios e facilitar a imunização de pessoas com 65, 64 e 63, já seguindo na direção final do público-alvo inicial principal, que são as pessoas com mais de 60 anos”, finalizou o governador.

Deixe aqui seu Comentário

Radar notícias © 2014 - 2021 Todos os direitos reservados.