Alcolumbre testa força no Senado e desagrada antigos aliados

Por Bahia.ba | 1 de março de 2020 às 7:00

Foto: Roque de Sá/Agência Senado

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), já começou a se articular para permanecer na presidência a partir de 2021. Ele tem testado sua própria força na Casa para mudar a Constituição, que proíbe que chefes do Senado e da Câmara disputem reeleição na mesma legislatura.

Conforme consta na Constituição, o mandato é de dois anos. A regra, contudo, poderia ser alterada por meio de uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição). Enquanto tenta realizar tais mudanças, Alcolumbre tem desagradado antigos aliados.

De acordo com informações do portal UOL, circula nos bastidores que o presidente do Senado não teria hoje votos necessários realizar as mudanças necessárias para sua reeleição – pelo menos 41 a favor.

Todavia, um senador aliado do presidente, ouvido pela reportagem sob a condição de anonimato, acredita que o presidente conseguirá aprovar uma PEC ou achar uma brecha no regimento interno se reunir as condições políticas.

“A gente sabe que, tendo os votos, Alcolumbre consegue um parecer técnico da assessoria do Senado que permita a ele concorrer à reeleição. Acaba se dando um jeito”, disse.

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2021 Todos os direitos reservados.