Auxiliares do ministro Paulo Guedes pedem demissão

Por Redação com Bahia ba | 22 de outubro de 2021 às 10:32

Foto: Agência Brasil

O Ministério da Economia informou nesta quinta-feira (21) que o secretário especial do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal, e o secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt, pediram demissão ao ministro Paulo Guedes, que falou em “licença para gastar” fora do teto. A informação é da coluna Radar, da revista Veja.

Os secretários-adjuntos das duas pastas também pediram exoneração. Segundo o ministério, a razão dos quatro foram pessoais e foram feitos “de modo a permitir que haja um processo de transição e de continuidade de todos os compromissos”.

“O secretário especial do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal, e o secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt, pediram exoneração de seus cargos ao ministro da Economia, Paulo Guedes, nesta quinta-feira (21)”, diz a nota do ministério.

A decisão de ambos é de ordem pessoal. Funchal e Bittencourt agradecem ao ministro pela oportunidade de terem contribuído para avanços institucionais importantes e para o processo de consolidação fiscal do país.

A secretária especial adjunta do Tesouro e Orçamento, Gildenora Dantas, e o secretário-adjunto do Tesouro Nacional, Rafael Araujo, também pediram exoneração de seus cargos, por razões pessoais. Os pedidos foram feitos de modo a permitir que haja um processo de transição e de continuidade de todos os compromissos, tanto da Seto quanto da STN.”

Deixe aqui seu Comentário

Radar notícias © 2014 - 2024 Todos os direitos reservados.