Câmara de Piranhas inicia investigação contra a prefeita Maristela Dias

Por Portal 7 Segundos | 27 de agosto de 2020 às 8:00

Foto: Redes Sociais

A Câmara Municipal de Piranhas aceitou nesta terça-feira (26) a denúncia com o pedido de afastamento da prefeita Maristela Sena Dias (Progressistas), apresentado por um comerciante local. Ela é acusada por uma série de atos de corrupção, como peculato, apropriação indébita e dispensa ilegal de licitação.

O vereador Josimar Dias, conhecido como Josimar de Maristela, pediu vistas do processo, mas foi duramente criticado por seus pares pelo fato de toda a documentação apresentada na denúncia ter sido disponibilizada há vinte dias.

O parlamentar, que é esposo da prefeita, apelou e pediu o adiamento da sessão legislativa, justificando vícios no processo por conta de o advogado da Câmara Municipal, Pedro Jorge Bezerra de Lima, ser citado como um dos denunciantes.

“O processo tem mais de quinhentas páginas e muitas informações contraditórias. Precisamos de mais tempo para apreciar”, justificou.

O presidente da Casa de Leis, Zé Neto Augusto (PSL), não acatou o pedido de Josimar e, alegando ter que cumprir o regimento da Câmara Municipal, concedeu quinze minutos para que o vereador revisasse o processo.

Encerrado o período de recesso, a sessão foi retomada com a criação da Comissão Processante. Por sorteio, foram escolhidos os vereadores Cacau (presidente), Laura de Zé Vicente (relatora) e Cipó (membro).

A Comissão Processante será responsável para dar andamento ao processo. O próximo passo será a notificação da acusada, que terá um prazo regimental para apresentar defesa.

A reportagem do Portal 7Segundos entrou em contato com a assessoria de Comunicação da Prefeitura de Piranhas, mas até o fechamento da matéria não obteve retorno.

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2020 Todos os direitos reservados.