Cenas de filmes: bandidos queimam carros e assaltam carro-forte em Inhapi

Bandidos ainda trocaram tiros com a polícia e deixaram parte do dinheiro que estava sendo transportado. Criminosos estavam armados com fuzis calibre 556.

Por Ítallo Timóteo | 5 de março de 2018 às 22:02

 

O assalto ao carro-forte na tarde desta segunda-feira, 5, por volta das 17h, em um trecho da BR-423, no município de Inhapi no Sertão de Alagoas, pareceram cenas de filmes. Criminosos incendiaram três carros, trocaram tiros com Policiais Militares e fugiram levando parte do dinheiro que era transportado. Na troca de tiros nenhum policial ficou ferido, não há informações se bandidos foram atingidos.

 

A ação criminosa contou com cerca de 10 a 15 bandidos, que estavam fortemente armados com fuzis de calibre 556, pistolas e revólveres. Enquanto parte do grupo criminoso interceptava o carro forte, outros queimavam os carros em duas pontes que ficam próximas de onde aconteceu a explosão para evitar a chegada de reforço da polícia.

 

 

Os criminosos interceptaram o carro-forte da empresa Brinks, nas proximidades do Povoado Leobino no município de Inhapi. Vários tiros foram efetuados, os seguranças não reagiram e se esconderam em um matagal.

 

Após a fuga dos seguranças, cerca de quatro criminosos instalaram bananas de dinamites e explodiram o cofre. Quando eles juntavam o dinheiro, uma equipe do Grupamento da Polícia Militar, comandada pelo Sargento Henrique chegou ao local e iniciou a troca de tiros.

 

Houve um intenso tiroteio e os bandidos foram obrigados a fugir deixando parte do dinheiro. A reportagem do Radar 89 apurou que dentro dos cofres haviam uma quantia de meio milhão de reais, mas cerca de R$ 200 mil foram levados pelos assaltantes.

 

 

Os criminosos que estavam em Hilux branca fugiram sentido ao Distrito do Carié, município de Canapi-AL. Existe a suspeita que os criminosos são oriundos do Estado de Pernambuco.

 

Depois da retirada dos carros incendiados, equipes do Pelotão de Operações Especiais (PELOPES), Rádio Patrulha (RP) e Polícia Rodoviária Federal (PRF) chegaram ao local da explosão.

 

O delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti esteve no local, realizando as primeiras investigações e ouvindo testemunhas do crime. As investigações serão realizadas pelo Serviço de Roubo a Banco (SERB) da Divisão Especial de Investigação e Captura (DEIC).

 

O Instituto de Criminalista (IC) esteve no local realizando a perícia e recolhendo as cédulas que foram deixadas pelos criminosos.

 

Deixe aqui seu Comentário

prefeitura delmiro
ENQUETE
  • Para você como foi o ano de 2018?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar89 © 2014 - 2017 Todos os direitos reservados.