Contribuição do TJAL auxilia Hospital Universitário a montar 14 leitos de UTI

Por Dicom - TJ/AL | 9 de abril de 2020 às 7:00

Foto: Caio Loureiro

Nesta terça-feira (7), o reitor da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Josealdo Tonholo, agradeceu a contribuição do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) para a instalação de 14 leitos de UTI no Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (HU), localizado em Maceió. O Judiciário de Alagoas destinou R$ 250 mil, nesta segunda-feira (6), para serem investidos no tratamento de pessoas infectadas pelo Coronavírus (Covid-19).

“O HU tem o prazer de entregar à população alagoana mais 14 leitos de UTI que serão destinados especialmente ao tratamento do Coronavírus, uma unidade que foi moldada especialmente para essa finalidade. E isso só é possível com a ajuda de vários parceiros. Gostaríamos de agradecer ao desembargador Tutmés Airan, presidente do TJAL, pela contribuição que deu para efetivar essa obra e colocar esses leitos à disposição da população alagoana. Obrigado ao TJAL e que venham outros parceiros para somar nesse desafio de garantir a vida à população alagoana”, disse o reitor.

No último sábado (4), o presidente Tutmés Airan esteve no hospital para conhecer o trabalho que está sendo desenvolvido e destinar parte dos recursos oriundos de aplicação de penas de prestações pecuniárias, transação penal e suspensão condicional do processo em ações criminais.

“O trabalho é absolutamente elogiável. A gente que atua dentro da máquina pública sabe das dificuldades. Eles estão inteiramente de parabéns porque estão fazendo um trabalho para a comunidade, sobretudo para atender os pobres, no mais alto padrão de qualidade. São 14 leitos de UTI, fora os outros leitos de semi-UTI e enfermaria. Tudo  isso feito com uma escassez de recursos impressionante. Este é um momento grave pelo qual passa a humanidade, mas é nesses momentos que os homens reforçam os laços de solidariedade”, disse o presidente.

Ainda de acordo com o reitor Josealdo Tonholo, apesar de não estar tendo aulas, toda a energia administrativa da universidade está voltada para a organização e otimização dos recursos e da estrutura do HU.

“O pessoal de compras está trabalhando, professores do curso de Farmácia estão fazendo testes no Laboratório Central de Alagoas (Lacen), outras turmas trabalhando na produção do álcool em gel, está todo mundo participando. O furacão chegou e estamos no olho do furacão. A gente vai liberar alguns dos ambulatórios, realocar o pessoal em outros lugares, fazer mais enfermarias para ter os cuidados básicos. Em caso extremo podemos desocupar o quinto andar, mas vai faltar profissional”, revelou o reitor.

O superintendente do HU, médico e professor Célio Rodrigues, também falou sobre a importância da parceria com o Judiciário. “É uma contribuição que no momento de pandemia vai contribuir para salvar muitas vidas, para atender aos usuários carentes desse hospital que merecem muito nosso carinho, respeito e atenção. E mesmo após a pandemia, tudo que é adquirido pelo hospital será utilizado para atendimento das pessoas”, disse.

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2021 Todos os direitos reservados.