Delegado fala pela 1ª vez sobre investigações do assassinato de vereador em Batalha

Paulo Cerqueira revelou que morte de ‘Tony Pretinho’ não tem ligação com a de ‘Neguinho Boiadeiro’, assassino teria dito antes de disparar tiro de espingarda 12 “É assim que se mata vereador.”

Por Ítallo Timóteo | 16 de dezembro de 2017 às 23:41

O delegado-geral Paulo Cerqueira concedeu entrevista ao portal Radar 89 neste sábado, 16, e destacou que o assassinato do vereador Tony Carlos Silva de Medeiros, o ‘Tony Pretinho’, ocorrido na noite desta sexta-feira, 15, no centro da cidade de Batalha, não tem ligação com o assassinato do também vereador Adelmo Rodrigues de Melo o ‘Neguinho Boiadeiro’, ocorrido no dia 9 de novembro na mesma cidade.

 

Cerqueira relatou que os modus operandi das execuções foram diferentes, apesar que as armas utilizadas nos crimes, foram pistolas calibre 9milímetro e uso restrito.

 

‘Tony Pretinho’ estava na frente da sua residência, que fica a 500 metros da delegacia distrital, quando foi surpreendido com vários disparos efetuados contra ele, uma pessoa que estava conversando com ele conseguiu fugir do local sem ser atingido.

 

Após o crime, os bandidos que estavam em um carro Gol de cor preta, geração 5, fugiram sem deixar pistas.

 

Vingança:

 

Para o delegado, nenhuma linha está descartada, mas ele revelou que uma já está bastante avançada. “A possibilidade de uma vingança não está descartada. Uma testemunha frisou que o assassino estava muito furioso e agiu de forma calculista, é tanto que após efetuar mais de 10 tiros de pistola, ele desceu do carro, se aproximou do corpo que já estava no chão e falou: É ASSIM QUE SE MATA, efetuando mais um tiro com espingarda calibre 12, o que deixou o rosto do parlamentar totalmente desfigurado.” Disse Paulo Cerqueira.

 

A rua é monitorada por câmeras, mas moradores se negam a liberar imagens:

 

 

A reportagem do Radar 89 esteve no quarteirão, onde ocorreu o crime do vereador e contou pelo menos 9 câmeras de circuito de monitoramento, mas segundo o delegado Paulo Cerqueira, os moradores com medo de represália se negam a divulgar as imagens, dizendo que os equipamentos não estavam gravando.

 

Convivência política:

 

Tony Pretinho era aliado da bancada governista e mantinha vínculos com a família Boiadeiro, inclusive ele era compadre de um dos filhos do ‘Neguinho Boiadeiro’.

 

Trajetória política:

 

Tony Pretinho foi candidato pela primeira vez em 2012, onde foi eleito pelo Partido Pátria Livre (PPL) com 771 votos, ficando em primeiro lugar na disputa por uma vaga na Câmara Municipal de Vereadores. Em 2016, ele voltou a disputar o cargo pelo Partido da República (PR), onde foi reeleito com 414 votos, ficando na décima colocação.

 

Sepultamento:

 

A família divulgou que o corpo será sepultado neste domingo, 17, no cemitério da cidade, o velório acontece na sua residência na Rua 22 de dezembro no centro da cidade de Batalha.

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2020 Todos os direitos reservados.