É campeão! CRB vence o CSA por 1 a 0 e volta a conquistar o Campeonato Alagoano

Por TNH1 | 6 de agosto de 2020 às 7:00




Foto: Pei Fon

O Clube de Regatas Brasil é o campeão alagoano de 2020! Em final de jogo único no ano da pandemia covid-19, o Galo venceu o CSA por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (5), no Estádio Rei Pelé, em Maceió, na quinta decisão consecutiva disputada pela dupla no Clássico das Multidões e levantou o 31º título estadual. Igor Cariús marcou o gol do título aos 46′ do primeiro tempo. O TNH1, a TV Pajuçara e a Rádio Pajuçara FM Maceió – 103,7 acompanharam a partida. Clique aqui e escute a narração do gol que carimbou a conquista do CRB.

Com a taça, o Regatas carimba também vaga direta para a Copa do Nordeste e a Copa do Brasil em 2021. De quebra, o CRB evitou o tricampeonato do CSA. O título marca também a terceira conquista de Marcelo Cabo em Alagoas. O treinador foi campeão pelo time marujo nos últimos dois anos e agora levanta o troféu pelo Alvirrubro.

Galo na frente

O CSA começou a partida com mais posse de bola e organização. Aos 8′, Igor Fernandes cruzou pela esquerda, a bola passou pela zaga e pegou Michel Douglas no susto. O atacante não finalizou direito e desperdiçou grande chance na área regatiana. Aos 13′, Carlos Jatobá sentiu dores na região da costela e precisou ser substituído por Washington. O jogo seguiu sem emoções até os 22′, quando Dênis Ribeiro Serafim apontou a parada técnica. O tempo foi providencial para Marcelo Cabo arrumar a casa. O CRB voltou com ímpeto, adiantou as peças, apertou a marcação e começou a finalizar.

Aos 27′, Diego Torres aproveitou a sobra de cobrança lateral no ataque e mandou um voleio na gaveta, mas Thiago Rodrigues voou para espalmar e fazer grande defesa. O Azulão respondeu aos 37′, quando Rafael Bilu cobrou falta no ângulo e Victor Souza saltou, deu um tapa na bola e salvou o Galo. Já nos acréscimos, o Regatas retribuiu o gol sofrido no último clássico e, praticamente com a mesma execução, abriu o placar. Diego Torres bateu o escanteio pela esquerda, Léo Gamalho ajeitou de cabeça e Igor Cariús completou para balançar as redes e colocar o Galo em vantagem antes do intervalo.

Galo campeão: título é vermelho e branco!

Eduardo Baptista voltou do intervalo com Nadson e Allano nas vagas de Andrigo e Rafael Bilu, mas enfrentou um CRB com a defesa trancada. A vantagem no placar deu ao Galo oportunidade de fechar a porta e administrar a situação. Só que o CSA ainda tentou o empate mesmo assim. Aos 15′, Igor Fernandes acionou Michel Douglas na área e o atacante bateu de primeira para fora. Os técnicos seguiram mexendo nas equipes, mas a partida continuou travada.

Foi nos minutos finais que o bicho pegou. Aos 47′, Bill cruzou, Felipe Menezes tocou por baixo e acertou a trave. A zaga do CSA afastou e, na sequência do lance, time marujo construiu a jogada pela direita até Alecsandro cabecear no cantinho e Victor Souza realizar a defesa do título. Na cobrança do escanteio, houve confusão por conta da bandeira de escanteio com o símbolo do CRB. Houve tumulto entre os dois times e comissões técnicas, o jogo ficou parado e voltou pouco depois após bronca geral do árbitro Dênis Serafim.




Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2020 Todos os direitos reservados.