Em Brasília, prefeito de Paulo Afonso busca incentivos para a saúde municipal

Por Redação com Ascom/PMPA | 16 de agosto de 2019 às 1:00

Foto: Ascom

 

Com o objetivo de aprimorar os serviços de saúde ofertados à população de Paulo Afonso, o prefeito Luiz de Deus participou de reuniões em Brasília com equipe do Ministério da Saúde. O gestor aproveitou a viagem à capital federal da agenda da AMUSUH para tratar outras questões que beneficiam o município. 

Os secretários Ivaldo Sales Júnior, de Saúde, e de Gestão Hospitalar, Ghiarone Garibaldi, também participaram e, juntos com o prefeito, estiveram reunidos com o secretário de Atenção Especializada à Saúde, Francisco de Assis Figueiredo, onde foram tratadas melhorias dos repasses federais ao município e aperfeiçoamento dos serviços do Hospital Municipal Aroldo Ferreira (HMPA), que se prepara para inaugurar uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).  Durante o encontro também foram discutidas ações sobre o Hospital Nair Alves de Souza (HNAS), além de projetos na área de odontologia, oncologia e atenção básica. 

A viagem possibilitou ainda a solicitação de empenho para pagamento de emendas parlamentares, que contemplam investimentos em equipamentos para os Centros de Especialidades Médicas do Centro e BTN, Caps AD e Caps II; R$ 1 milhão para custeio da média e alta complexidade e R$ 500 mil para custeio da Atenção Básica. 

Junto ao Ministério da Saúde, o gestor e os secretários também solicitaram recursos para obtenção de novos consultórios odontológicos e aquisição de uma Unidade Veterinária Castra Móvel, utilizada para castração de cães e gatos. 

Na área de oncologia, foi discutido o credenciamento no Sistema Único de Saúde (SUS) da Clínica Núcleo Vida, voltada para esta patologia. O credenciamento permitirá o convênio entre a administração municipal e a clínica e assim proporcionar o tratamento das pessoas com câncer em Paulo Afonso, sem necessitar se deslocar para Salvador ou outros lugares.

O prefeito explica que essa homologação vai ser extremamente fundamental para que o serviço possa ser disponibilizado através da rede pública de saúde. “Conversamos com os responsáveis por esse setor de oncologia, no Ministério da Saúde, para que possamos o mais breve possível credenciar a clínica e ofertar o serviço em nosso município”, afirma o gestor.

Enquanto busca-se a homologação, o município continua ofertando o Tratamento Fora do Domicílio (TFD), com acompanhamento até a cidade de Salvador, com estadia na casa de apoio, mantida pela Prefeitura, com refeições e toda a ajuda necessária aos pacientes.

Para ter acesso ao TFD, o paciente deve ser consultado pelo médico, que realiza o pedido do tratamento, que deve ser formalizado pelo paciente junto à Secretaria Municipal de Saúde. A secretaria encaminha as solicitações à Regional de Proteção Social que vai marcar a consulta ou tratamento no hospital ou ambulatório.

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar89 © 2014 - 2017 Todos os direitos reservados.