Faixa etária de 30 a 39 anos é a mais acometida pela Covid-19

Por Ascom/Sesau | 9 de junho de 2020 às 18:00




Foto: Felipe Brasil

Alagoas já contabiliza mais de 16 mil casos de Covid-19. Nas últimas semanas, os números têm crescido exponencialmente em consequência do aumento da testagem e também em função do descumprimento das medidas do isolamento social por parte da população. Nesse cenário, a faixa etária que tem se mostrado mais exposta no estado e, consequentemente, mais afetada pela doença é a de pessoas de 30 a 39 anos, segundo dados do Painel Covid-19 em Alagoas, elaborado pela Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag).

Essa faixa lidera o ranking de número de casos da Covid-19 em Alagoas, com 4.073 pessoas infectadas, sendo 57% delas do sexo feminino. Em seguida, tem-se a faixa etária de 40 a 49 anos, com 3.732 casos registrados, também com as mulheres sendo mais afetadas (55%).

No princípio da pandemia, acreditava-se que a Covid-19 acometia majoritariamente pessoas idosas, o que deu a muitos jovens a falsa sensação de imunidade, fato que já foi desmentido ao longo dos meses à medida que a doença avançou por todos os continentes e os números começaram a ser contabilizados em todas as faixas etárias. Em Alagoas, já são 746 casos registrados entre crianças e adolescentes de 0 a 19 anos, sendo a maioria também do sexo feminino, com 57%.

O público feminino lidera todas as faixas etárias de 0 a 59 anos em casos confirmados, com exceção apenas nas faixas etárias 60+, que tem 2.762 casos confirmados e na qual se verifica um equilíbrio entre homens e mulheres acometidos pela doença. As cidades com maior número de casos registrados da doença são Maceió, Arapiraca, Marechal Deodoro, São Miguel dos Campos e Teotonio Vilela.

Homens são maioria nos óbitos – No entanto, a situação se inverte no que se refere ao número de óbitos. Enquanto o sexo feminino lidera em casos, com 55% do total, o masculino é maioria em número de óbitos, com 57%. De acordo com os dados do Painel Covid-19 Alagoas, 68% dos óbitos registrados no estado são de idosos acima dos 60 anos, sendo 57% deles do sexo masculino.

As cidades que apresentam maior registro de óbitos por Covid-19 em Alagoas são Maceió, Rio Largo, Arapiraca, União dos Palmares e Marechal Deodoro. Para o enfrentamento ao coronavírus, o Governo de Alagoas abriu 1.076 leitos na rede pública, exclusivos para atender pacientes com suspeita ou diagnosticados com Covid-19. Da capacidade total, 63% já estão ocupados. Dos 219 leitos de unidade de terapia intensiva UTI, 77% já estão ocupados, e dos 826 leitos clínicos, 61% têm pacientes internados.



Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2020 Todos os direitos reservados.