Governo central acumula déficit de R$ 680 bi entre janeiro e outubro

Por bahia.ba | 27 de novembro de 2020 às 7:00

Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil

De janeiro a outubro, o Governo Central totalizou um déficit primário de R$ 680,974 bilhões. Nos mesmos meses do ano passado, o negativo nas contas do Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência somou R$ 63,854 bilhões. Em outubro, o déficit foi de R$ 3,563 bilhões.

Depois de terem caído 2% (descontada a inflação) em setembro, as receitas totais do Governo Central voltaram a subir em outubro – alta de 9,8% acima da inflação em relação ao mesmo mês do ano passado.

O Tesouro Nacional afirma que o crescimento de arrecadação de outubro se deve a receitas não administradas, que dependem do pagamento de tributos. Elas cresceram R$ 12,4 bilhões acima da inflação, na comparação com o mesmo mês do ano passado. Os tributos que mais geraram caixa foram o Imposto de Renda, relacionado à elevação dos rendimentos do trabalho, e o PIS/Cofins.

As receitas líquidas do Governo Central acumulam queda de 11,6% de janeiro a outubro descontada a inflação. Em paralelo, segundo o Tesouro, as medidas associadas à pandemia aumentaram as despesas em R$ 29,8 bilhões no mês passado. Destaque para o auxílio emergencial (R$ 21 bilhões). Com informações da Agência Brasil.

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2021 Todos os direitos reservados.