Guarda Municipal de Delmiro Gouveia é morto a pedradas em Pariconha

De acordo com a polícia, o GM era homossexual e pode ter sido morto por algum parceiro sexual.

Por Redação - Ítallo Timóteo | 10 de setembro de 2014 às 13:54

O guarda municipal de Delmiro Gouveia-AL, José dos Santos, conhecido como “Zé Dedinho” foi morto a pedradas na manhã desta quarta-feira (10), por volta das 06h20, no povoado Mosquita, zona rural do município de Pariconha-AL.

 

De acordo com o chefe de operações, “Zé Lobinho”, do 33º DP, e do comandante do Grupamento de Polícia Militar, “Cabo Assis”, os primeiros levantamentos indicam que Zé Dedinho estava em sua motocicleta na companhia de um homem não identificado quando entraram em luta corporal e em seguida o guarda municipal foi morto a pedradas.

 

Ainda de acordo com a polícia, a moto em que Zé Dedinho estava foi encontrada próxima ao corpo, já a chave da moto e o celular da vítima foram encontrados às margens de um matagal, o que levantou a suspeita que o assassino tenha levado pertences da vítima após o crime, inclusive a carteira dele não foi encontrada pelos policiais e suspeita-se que ela tenha sido levada pelo assassino.

 

Informações obtidas com exclusividade pelo portal Ozildo Alves através da polícia, indicam que o guarda municipal que residia no povoado Ouricuri em Água Branca-AL era homossexual e tinha problemas com o alcoolismo e que provavelmente tenha sido morto por algum parceiro de relações sexuais.

 

O caso será investigado pelo delegado regional, Rodrigo Rocha Cavalcanti, que pede para que se alguém tiver informações que possa ajudar a polícia denuncie através dos números (82) 3641-5368 ou o disque denuncia (181) seu anonimato será garantido.

Online Drugstore, purchase discount cialis online, Free shipping, fluoxetine purchase online, Discount 10%

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Reforma da previdência, você é a favor ou contra?

    Resultado da Enquete

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar89 © 2014 - 2017 Todos os direitos reservados.