Homem que matou mulher em Piranhas, após ser chamado de corno é preso na BA

Jaílson da Silva Rodrigues foi preso no BTN III por policiais do CETO do 20º-BPM, após denúncias anônimas, o acusado confessou o crime.

Por Ítallo Timóteo | 12 de dezembro de 2017 às 8:10

Crédito: Carlos Alexandre – Radar89

 

Foi preso na noite desta segunda-feira, 11, por volta das 20h50min, Jaílson da Silva Rodrigues, acusado de matar Fabiana Crispim da Silva, 28 anos, no dia 3 de dezembro deste ano, no Bairro Nossa Senhora das Graças, mais conhecido como ‘Fazendinha’ no município de Piranhas, Sertão de Alagoas.

 

Jaílson da Silva foi preso na Rua Monteiro Lobato n° 669-B, Bairro Tancredo Neves III na cidade de Paulo Afonso, interior da Bahia, por Policiais Militares do Companhia de Emprego Tático Operacional (CETO) do 20º – Batalhão de Polícia Militar da Bahia lotado na cidade baiana que faz divisa com AL.

 

Segundo apurou o Radar 89, Jaílson no momento da prisão confessou aos policiais que teria sido o autor do assassinato da jovem Fabiana Crispim, que era funcionária da Prefeitura de Piranhas.

 

Contra Jaílson havia um mandado de prisão expedido pela comarca de Piranhas, ele foi encaminhado para a delegacia de Paulo Afonso, onde aguarda transferência para o presídio do agreste localizado em Girau do Ponciano no Estado de Alagoas.

 

O crime:

 

Uma bebedeira entre amigos terminou em tragédia na manhã deste domingo, 3, no Bairro Nossa Senhora das Graças mais conhecido como ‘Fazendinha’ no município de Piranhas, no Sertão Alagoas. A vítima foi identificada como Fabiana Crispim da Silva, 28 anos.

 

Segundo as primeiras informações apuradas pela reportagem do Radar 89, a vítima estava na rua em que reside bebendo com amigos, quando iniciou uma confusão com um vizinho. A confusão teria iniciado, depois que Fabiana chamou o homem de corno.

 

O acusado identificado apenas como Jaílson da Silva não tinha gostado da acusação e de posse de uma faca peixeira desferiu vários golpes, Fabiana morreu no local.

 

Uma equipe da Polícia Militar esteve no local e isolou a área até a chegada da Polícia Civil, os primeiros levantamentos foram realizados e o corpo foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca.

 

Ainda segundo apurou o Radar 89, Fabiana Cirspim trabalhava na Escola Ivan Fernandes, inclusive a instituição decretou luto nesta segunda-feira, 4, informando que as aulas só voltarão a normalidade na terça-feira, 5.

 

Fabiana era casada e possuía pelo menos três filhos, ela era bastante conhecida no bairro em que residia.

 

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2020 Todos os direitos reservados.