Idosos dos CRAS participam de culminância do projeto de inclusão digital, em Paulo Afonso

Por Assessoria de Comunicação | 16 de dezembro de 2019 às 1:00

Foto; Ascom/PMPA

Na manhã desta sexta-feira (13), a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), em parceria com a Prefeitura de Paulo Afonso, realizou a culminância do projeto de inclusão digital, Tec-Idoso, que contemplou  idosos assistidos pelo Cras da Prainha, BTN, Malhada Grande, Centenário e Barroca. A cerimônia contou com a participação da primeira-dama do município, Juvandir Tenório, dona Didi. 

Ao todo, 51 assistidos pela rede socioassistencial receberam certificado. A proposta do Tec-Idoso é contribuir com a inserção de idosos, acima de 60 anos, na era digital, com aulas e noções de web, redes sociais e afins. “Isso ajuda bastante a este público. Afinal de contas, os idosos também fazem parte da sociedade. Então, essa parceria veio para contribuir ainda mais com a vida desse público”, afirma a secretária interina de Desenvolvimento Social, Cíntia Rosena. 

Nas aulas, os alunos viajaram na magia da web e descobriram neste universo, ferramentas que facilitam a vida deles, em várias áreas da sociedade. “Eles são orientados sobre transações bancárias, redes sociais, como utilizar o whatsApp e demais ferramentas. Tudo, com intuito de aproximá-los desta nova geração”, diz a coordenadora do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, Luciana Moura. 

Para a professora da Univasf Marina Ferraz, a parceria com a gestão municipal foi de extrema importância. “Os resultados do projeto são muito visíveis. A gente nota nos idosos uma melhora no quadro de felicidade. Em breve, vamos lançar um livro sobre o projeto, para que o assistido não esqueça aprendizado do curso. Muita gratidão à gestão municipal pelo apoio que tem disponibilizado”, acrescenta. 

Ao decorrer do curso, os alunos criam vínculos de amizade e troca de conhecimento. “Foi muito bom porque a gente teve a oportunidade de se atualizar e estar neste mundo das redes sociais. Aprendi demais”, afirma a aluna Cléa Aparecida. 

O projeto de extensão foi escolhido como o 2º melhor da Univasf. “Fico feliz em saber disso. Isso prova que a parceria entre instituições geram bons frutos. Tenho a convicção de que os alunos saem daqui atualizados e realizados”, reforça a secretária Cíntia. 

 

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2020 Todos os direitos reservados.