Justiça determina liberdade provisória de pai acusado de estuprar filhas em Delmiro Gouveia

Mandado de soltura de Isnaldo Alexandre dos Santos conhecido como “Tatu” de 38 anos foi expedido nesta quarta-feira (14).

Por Ítallo Timóteo | 15 de janeiro de 2015 às 0:10

1798787_454615528000902_758730204_n2Após mais de um mês na prisão, a justiça determinou nesta quarta-feira (14) a liberdade provisória de Isnaldo Alexandre dos Santos conhecido como “Tatu” de 38 anos, que foi preso acusado de estuprar as duas filhas, de 14 e 18 anos em Delmiro Gouveia, a liberação foi devida à falta de provas.

 

A prisão aconteceu no dia 14 de dezembro de 2014, após a sua filha mais nova ter procurado o Conselho Tutelar do município para denunciar o próprio pai por estupro e agressão física. À época os conselheiros acionaram a Polícia Civil que efetuou a prisão em sua residência situada no bairro Novo.

 

O caso foi de grande repercussão tanto na cidade como em todo estado, já que as denúncias eram graves, o caso teve uma repercussão maior, após, ter sido divulgado que o acusado teria sofrido agressões na cadeia, às informações davam conta de que as pernas do acusado tinham sido quebradas, mas foi negado dias depois pelos profissionais da (UPA) da cidade e pela Polícia.

 

Mesmo com a decisão da comarca de Delmiro Gouveia, o acusado que passou a ser vítima ainda continua hospitalizado no Antenor Serpa, se recuperado das agressões.

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2020 Todos os direitos reservados.