Mata Grande sitiada, Polícias Civil e Militar realizam operação para combater a criminalidade

Ação é em resposta aos diversos crimes cometidos nos últimos dias na cidade serrana; Três pessoas já foram presas, a operação ainda não foi concluída.

Por Ítallo Timóteo | 17 de fevereiro de 2016 às 13:47

Várias abordagens estão sendo feitas, inclusive em bares no centro da cidade. Crédito: Ítallo Timóteo - Radar 89
Várias abordagens estão sendo feitas, inclusive em bares no centro da cidade. Crédito: Ítallo Timóteo – Radar 89

 

Uma operação em conjunto das Polícias Civil e Militar foi iniciada na manhã desta quarta-feira (17) e finalizada no início da tarde, na cidade de Mata Grande, sertão alagoano. A ação policial foi desencadeada para dar uma resposta aos últimos crimes cometidos na cidade serrana. Cerca de cinquenta policiais civis e militares participaram.

 

A ação iniciou por volta das 10h da manhã e foi finalizada às 14h,  durante as quartos de horas de operação, vários pontos críticos foram abordados, como bares e outros locais que aglomeram pessoas. Equipes policiais estiveram em entradas e saídas da zona rural e urbana, abordando veículos e pessoas suspeitas. Durante a ação cinco pessoas foram conduzidas para delegacia de Mata Grande. Entre elas o jovem, José Souza da Luz, 23 anos, acusado de ameaçar familiares, a polícia foi até a sua residência e dentro do imóvel foi encontrado um revólver calibre 32 com seis munições intactas. Segundo o Sargento Henrique que efetuou a prisão junto com o Policial Civil Roberto Pena, o rapaz já conhecido da polícia e é acusado de amedrontar a sociedade daquele município.  Contra os outros quatros foram lavrados Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO), por estarem conduzindo veículos adulterados.

 

DSC_0026 DSC_0027

 

O trabalho foi coordenado pela delegada Ana Luiza Nogueira da Gerencia de Polícia Judiciária Área 4 (GPJA-4), delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti (Regional da 1ª-DRP) e o tenente-coronel Joáz Fontes (Comandante do 9º – Batalhão de Polícia Militar). Deram apoio os delegados distritais de Inhapi, Walter Fontes Cunha  e delegada Gracielle Marques de Mata Grande.

 

Participaram da operação equipes da Companhia de Operações Policiais Especiais (COPES-CAATINGA), Pelotão de Operações Especiais (PELOPES), Militares do Grupamento de Inhapi e da 3ª – Companhia de Polícia Militar de Mata Grande, todos pertencentes ao (9º-BPM). Eles foram coordenados pelo Capitão Eduardo, Tenente Tomé, Aspirantes Marques, Kim, Santiago e o Sargento Henrique. Além dos militares participaram os chefes de operações  Ademir Oliveira, Flávio Moreira, Zé Lobinho, Jauedson Ferreira, Pericles e Gildati, eles são das delegacias de Delmiro Gouveia, Pariconha, Água Branca, Inhapi, Mata Grande e Canapi.

 

A ação foi supervisionada pelo Secretário de Segurança Pública Alfredo Gaspar de Mendonça, delegado-geral Paulo Cerqueira e o Coronel Lima Júnior.

 

Delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti coordena as ações. Crédito: Ítallo Timóteo - Radar 89
Delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti foi um dos que coordenou as ações. Crédito: Ítallo Timóteo – Radar 89

 

DSC_0002 DSC_0005 DSC_0009 DSC_0013 DSC_0015 DSC_0017 DSC_0020 DSC_0022

 

Atualizada às 19h12

Deixe aqui seu Comentário

Radar notícias © 2014 - 2024 Todos os direitos reservados.