Mesma quadrilha que explodiu banco em Mata Grande pode ter agido em Dois Riachos

Ação criminosa deixou a população assustada, por pouco a polícia não entrou em confronto com os bandidos.

Por Ítallo Timóteo | 19 de fevereiro de 2016 às 10:32

Uma das agências alvo dos criminosos. Cortesia: PM-Radar89
Uma das agências alvo dos criminosos. Cortesia: PM-Radar89

O Serviço de Roubos a Bancos (SERB), investiga a possibilidade da quadrilha que explodiu uma Agência do Banco do Nordeste no último sábado (13), em Mata Grande, ter sido a responsável pela explosões praticadas na madrugada desta sexta-feira (19), contra as Agências bancaria do Brasil e Bradesco, além de uma Casa Lotérica e o aAgência dos Correios, na cidade de Dois Riachos, sertão alagoano. Por pouco não houve confronto entres policiais e bandidos.

 

De acordo com a polícia, o bando formado por pelo menos 15 homens teriam invadido a cidade, durante a madrugada, utilizando quatro veículos, entre eles, duas caminhonetes, do tipo, Hilux e Amarok. Os criminosos se dividiram e uma parte cercou o Grupamento de Polícia Militar (GPM) da cidade e o restante arrombaram a porta de acesso do Banco do Brasil e instalaram as dinamites, após a explosão, a quadrilha foi surpreendia, pois não havia dinheiro nos terminais eletrônicos.

 

A investida continuou, só que dessa vez os assaltantes explodiram uma Agência do Banco do Bradesco, mas para surpresa do bando, mais uma vez não havia nenhuma quantia em dinheiro. Revoltados os criminosos arrombaram a Agência dos Correios e uma Casa Lotérica. Essas duas, a polícia não soube informar se alguma quantia em dinheiro foi levado. Toda a ação criminosa durou cerca de 45 minutos.

 

Durante as ações, um vigilante de uma das agências, foi feito refém, os bandidos o espancaram e levaram a arma utilizada por ele. Em seguida ele foi deixado as margens da BR-316.

 

Equipes do 7º – Batalhão de Polícia Militar (7º-BPM) de Santana do Ipanema, ao serem informadas se deslocaram até a cidade, mas ao chegar nas proximidades foram surpreendidos com vários grampos espalhados na rodovia federal, o que resultou na perfuração dos pneus das viaturas.

 

Segundo apurou a reportagem do portal Radar 89, através da polícia, os modos operantes da quadrilha foi comparada a mesma na cidade de Mata Grande.

 

“Eles utilizavam armamentos parecidos, como espingarda calibre 12, revólveres, pistolas e fuzis calibre 44, durante os disparos efetuados na cidade, testemunhas perceberam que as armas travavam, munições intactas em estado inadequado foram apreendidas pelos policiais que atenderam a ocorrência.” Frisou um policial que participou da ação e não quis revelar a sua identidade.

 

Uma equipe da Polícia Federal esteve na manhã desta sexta-feira (19), na cidade para realizar os primeiros levantamentos da ação na Agência dos Correios. Estiveram também na localidade Equipes da Divisão Especiais de Investigações e Captura (DEIC) e o Serviço de Roubos a Banco (SERB) realizando os primeiros levantamentos das explosões no Banco do Brasil e Bradesco.

 

O bando fugiu tomando destino ignorado.

 

Deixe aqui seu Comentário

Radar notícias © 2014 - 2024 Todos os direitos reservados.