Mulher leva morto em cadeira de rodas para sacar empréstimo de R$ 17 mil

Por | 17 de abril de 2024 às 9:29

Uma mulher foi conduzida para a delegacia depois de ser flagrada com um cadáver numa cadeira de rodas dentro de uma agência bancária, na terça-feira (16), ao tentar sacar um empréstimo no valor de R$ 17 mil.

Funcionários do banco suspeitaram da atitude de Érika de Souza Vieira Nunes e chamaram a polícia. O Samu foi ao local e constatou que o homem, identificado como Paulo Roberto Braga, de 68 anos, estava morto – aparentemente havia algumas horas. A polícia apura como e exatamente quando ele morreu.

Na delegacia, a mulher disse que sua rotina era cuidar do tio, que estava debilitado. A polícia apura se ela é mesmo parente dele. No vídeo é possível ver Érika pedindo ao cadáver para assinar um papel.

“‘Tio, tá ouvindo? O senhor precisa assinar. Se o senhor não assinar, não tem como’ ‘Eu não posso assinar pelo senhor, o que eu posso fazer eu faço’ ‘O senhor segura a cadeira forte para caramba aí. Ele não segurou a porta ali agora?'”, Em outro momento ela diz: ‘Assina para não me dar mais dor de cabeça, eu não aguento mais’ “Tio, você tá sentindo alguma coisa? Ele não diz nada, ele é assim mesm”, comenta com as funcionárias que gravaram o vídeo.

Deixe aqui seu Comentário

Radar notícias © 2014 - 2024 Todos os direitos reservados.