Novos suspeitos na morte de jovem em Branquinha são identificados, diz Polícia Civil

No sábado, novos depoimentos mudaram os rumos das investigações sobre o assassinato.

Por Redação com G1 | 10 de fevereiro de 2019 às 20:09

Imagem Ilustrativa

 

A Polícia Civil de Alagoas informou neste domingo (10) que os novos suspeitos na morte de Wanderson Alves dos Santos, 18, foram identificados. O corpo dele foi encontrado na semana passada em Branquinha, município da Zona da Mata de Alagoas, dias depois de ter sido filmado sendo agredido por guardas municipais.

 

A informação foi confirmada ao G1 pelo delegado Sidney Tenório, que investiga o caso. Os nomes dos suspeitos não foram revelados para não atrapalhar o trabalho da polícia, até mesmo porque eles ainda não foram presos.

 

No sábado, novos depoimentos mudaram os rumos das investigações sobre o assassinato. Em primeiro momento, a polícia acreditava que Santos tinha sido morto pelos guardas municipais Jaelson Ferreira da Silva, 25, e Carlos Roberto da Silva, 29. Eles continuam presos, mas não devem responder por homicídio.

 

Porém, com as novas provas, tudo indica para os investigadores que a vítima tenha sido morta por causa de envolvimento com o tráfico de drogas.

 

“A ordem da execução saiu de Maceió e o autor dos dois disparos foi a Branquinha no dia apenas para a execução do crime”, afirmou o delegado Sidney Tenório.

 

Na quinta (7), a polícia disse que os guardas seriam indiciados por homicídio, ocultação de cadáver, fraude processual. Mas com os novos depoimentos, eles só serão indiciados por fraude, uma vez que apresentaram testemunhas falsas.

 

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Reforma da previdência, você é a favor ou contra?

    Resultado da Enquete

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar89 © 2014 - 2017 Todos os direitos reservados.