Oito pessoas são presas envolvidas em tentativa de sequestro na cidade de Piranhas

Quadrilha planejava sequestrar funcionário de instituição financeira, mas acabaram sendo surpreendidos com ação policial. Entre eles está um Piranhense.

Por Ítallo Timóteo | 16 de outubro de 2015 às 1:16


Depois de uma longa ação policial, envolvendo as Polícias de Alagoas e Sergipe, oito pessoas foram presas, acusadas de planejarem um sequestro a um funcionário de uma instituição financeira do município de Piranhas, sertão alagoano. A quadrilha era de Pernambuco e iria agir na cidade ribeirinha, com o apoio de um piranhense, identificado apenas como André Cyber X, proprietário de um provedor de internet.

 

De acordo com a delegada Ana Luiza Nogueira, diretora da Delegacia de Polícia Judiciária da Área 1 (DPJA-1) que comandou a ação, três criminosos oriundos de Pernambuco, se preparavam para sequestrar um funcionário da instituição, quando o Serviço de Inteligência da Secretária de Defesa Social do Estado (SEDS) teria tomado conhecimento e mobilizado um forte aparato policial, para coibir o crime.

 

André Cyber X. Crédito: PMAL/Cortesia Radar 89
André Cyber X. Crédito: PMAL/Cortesia Radar 89

 

O caso:

 

Policiais que compõe a 24ª –  Área Integrada de Segurança Pública (24ª-AISP) com apoio do Serviço de Inteligência da Secretária de Segurança Pública do Estado (SEDS) e Policiais Civis do Tigre, abortaram na madrugada desta quinta-feira (15), um sequestro a um funcionário de uma instituição financeira do município de Piranhas. Na ocasião, houve uma troca de tiros entre os policiais e bandidos, um deles foi preso ele foi identificado como Alexandre César Romão Júnior, 24 anos, natural de Recife – PE, e outros dois ficaram baleados e conseguiram fugir. Os criminosos estavam em um veículo Corsa Sedam de cor branca com placa JSQ-6275 da cidade de Jaboatão dos Guararapes – PE, o automóvel foi encontrado abandonado e foi apreendido. (LEIA MAIS, CLICANDO AQUI)

 

Após a fuga dos criminosos para o Estado de Sergipe, os policiais alagoanos teriam se deslocado até a cidade de Canindé do São Francisco, onde os fugitivos estavam homiziados no matagal.

 

O serviço de inteligência apurou que um mini caminhão estava se deslocando de Pernambuco para resgatar, os fujões, entre eles havia um baleado.

 

Ao chegar na ponte onde faz divisa entre Alagoas e Bahia, a polícia interceptou o veículo, eles empreenderam fuga, para Canindé do São Francisco, e tentaram se evadir pelo matagal, os policiais atearam várias bombas de efeito moral, e depois das explosões, o bando acabou se rendendo.

 

Seis homens e duas mulheres foram presos em flagrantes, com eles foram encontrados dois revólveres, e uma pistola de pressão, além de vários aparelhos telefônicos (celular).

 

Os envolvidos foram conduzidos para Delegacia Regional de Polícia (1ª-DRP) de Delmiro Gouveia, onde foram autuados por tentativa de sequestro, formação de quadrilha, resistência policial e porte ilegal de arma.

 

O delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti e o tenente-coronel Joáz Fontes que participaram da operação contaram detalhes com exclusividade ao portal Radar 89 sobre a ação policial.

 

“Segundo eles, a quadrilha estava sendo orientada pelo André Cyber X, que é vizinho do funcionário do estabelecimento comercial, ainda segundo os superiores, a ação teve êxito, devido ao comprometimento de cada policial envolvido na ação e do suporte dado pelo Secretário de Segurança Pública, Alfredo Gaspar , o coronel-geral da Polícia Militar Lima Júnior, e o delegado geral da Polícia Civil Paulo Cerqueira.”

 

Participaram da operação, Militares da Companhia de Operações Policiais Especiais do Sertão (Copes-Caatinga), Pelotão de Operações Especiais (Pelopes), Polícia Militar de Sergipe, Policiais Civis do Tigre, Delegacia Regional de Delmiro Gouveia e Piranhas.

 

 

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2020 Todos os direitos reservados.