Padre Eraldo fala sobre a CIP e diz que já solicitou estudo para redução de alíquota

Afirmação foi dada nesta quinta-feira, 15, durante a abertura do Governo em Ação no Distrito de Sinimbu, município de Delmiro Gouveia.

Por Ítallo Timóteo | 16 de março de 2018 às 6:34

Crédito: Cley Silva – Reprodução: Facebook

 

Durante a abertura do 1º Governo em Ação nesta quinta-feira, 15, no Distrito Sinimbu, o prefeito de Delmiro Gouveia, Padre Eraldo falou sobre a Contribuição de Iluminação Pública (CIP).

 

O prefeito falou que a CIP é mais que uma obrigação, pois a cidade não tem condições adequadas para arcar com a demanda que é gasta com a iluminação pública. Sobre o preço cobrado o prefeito falou que assim que soube da situação solicitou um técnico da Sergip para averiguar a situação.

 

“A CIP é obrigação do município, conseguimos isentar 7 mil famílias que não tinham condições nenhuma de pagar a taxa, quando vi as primeiras contas me reuni com os vereadores e juntos solicitamos um técnico para averiguar e resolver as contas o mais rápido possível. Também solicitei um estudo mais aprofundado para que seja feita a redução das alíquotas.” Destacou o gestor.

 

Ele ainda finalizou o assunto dizendo que já investiu R$ 200 mil reais em lâmpadas de Led e braços para atender as solicitações de iluminação em pontos críticos da cidade.

 

Deixe aqui seu Comentário

Radar notícias © 2014 - 2024 Todos os direitos reservados.