Vídeo: Candidato agride eleitora na frente de policial militar

Coronel Brito, candidato ao Senado, se envolveu em confusão hoje durante votação

Um vídeo compartilhado em redes sociais mostra o candidato ao Senado Coronel Brito (PTC) agredindo com tapa no rosto uma eleitora na manhã deste domingo (5). A agressão acontece na frente de um policial militar, que nada faz. Quem estava presente no local se revoltou contra a atitude do candidato.

 

Nas imagens, fica claro que policiais que estão no local seguram a vítima após a agressão, impedindo que ela acompanhe o candidato.

 

A assessoria de comunicação da Polícia Militar (PM) informou que duas viaturas foram acionadas e que foram feitas diligências para conduzir o coronel à Central de Flagrantes, no bairro do Pinheiro, mas que ele não foi encontrado.

 

A vítima foi levada à Central de Flagrantes e orientada a procurar, em seguida, a Corregedoria Geral da corporação, para a instauração das medidas correcionais cabíveis.
Não se sabe, ainda, se a guarnição que presenciou a ação será punida, já que o comandante geral, coronel Marcus Pinheiro, analisa as imagens junto com a Corregedoria Geral.

 

“Vamos abrir procedimento administrativo, também, para apurar possível transgressão cometida pelos militares responsáveis pelo policiamento no local”, disse o tenente PM Cardoso.

 

MPE

 

As promotoras Maria José Alves e Silvana Abreu foram informadas do fato e adotaram as medidas cabíveis, inclusive, comunicando ao juiz Geraldo Amorim a ocorrência.
A promotora Maria José Alves diz que chegou à Escola Estadual de Ensino Fundamental Padre Pinho, no bairro de Cruz das Almas, minutos depois do ocorrido, momento em que a vítima ainda se encontrava no local e bastante nervosa.

 

“Por coincidência chegamos instantes após a agressão. Fizemos um levantamento do caso e encaminhamos a senhora Marta Celeste de Oliveira Mesquita à delegacia, orientando-a registrar um boletim de ocorrência contra o candidato. Também pedimos que algumas pessoas se dispusessem a testemunhar sobre o ocorrido e facilmente cinco cidadãos logo se ofereceram. Na sequência, comuniquei o fato à colega Silvana Abreu, promotora titular da 2a zona eleitoral, que, de imediato, relatou o fato ao magistrado”, detalhou a promotora que atua como substituta.

 

“Poderia ser um candidato à Presidência da República, o tratamento seria o mesmo. Determinamos que o Comando Geral localizasse o militar e procedesse a sua prisão”, confirmou o juiz Geraldo Amorim.

 

“O crime foi configurado como contravenção penal de vias de fato. É por esse ilícito que ele deverá ser denunciado pelo Ministério Público, sendo enquadrado na Lei n° 9.099/95”, acrescentou a promotora Maria José Alves.

 

Veja o vídeo: 

 

Delmiro Gouveia: Os últimos momentos das eleições 2014

Intranquilidade, congestionamento e tumultuo nos últimos minutos

No segundo horário, após o meio-dia, os eleitores de Delmiro Gouveia começaram a ir as urnas em maior número. Como é de costume, a maior parte dos brasileiros esperam até a ultima hora para se deslocarem aos seus locais de votação. Não é diferente também nas cidades do alto sertão alagoano.

 

Uma chuva forte pegou os sertanejos de surpresa e quem esperava maior tranquilidade durante a tarde, se enganou. A chuva deixou os fiscais preocupados quanto ao número de eleitores que compareceram as seções. Desde o início da manhã chamou atenção a quantidade mínima de eleitores.

 

Foram registrados congestionamentos, tumultos e pequenas discussões na reta final do horário de votação. Algumas detenções também foram feitas, porém nada de maior proporção.

 

A apuração dos votos pode ser acompanhada em tempo real pelas Rádios Delmiro (FM 89,9 e AM 760). Toda equipe de repórteres do Radar 89 nos estados de Alagoas, Bahia, Pernambuco e Sergipe estará aposta para trazer com prontidão os resultados das Eleições 2014.

 

Veja algumas imagens de como foi o final da votação em Delmiro Gouveia:

 

 

Eleições 2014: Veja a movimentação na cidade de Água Branca

Fique por dentro de tudo que acontece durante todo o domingo

Em Água Branca – AL a população lotou o centro da cidade. Na cidade há um grande número de eleitores da zona rural votando em seções na área urbana. As urnas estão dispostas em 39 seções entre os 7 locais de votação para receber 13.647 eleitores, segundo a Justiça Eleitoral.

 

DSCF1403
Ruas do centro de Água Branca chegam a registrar pequenos congestionamentos

 

A Escola Estadual Monsenhor Sebastião Alves Bezerra que é o maior colégio eleitoral do município recebe desde a abertura dos portões uma grande quantidade de pessoas, assim como a Escola Municipal de Ensino Fundamental José Gomes Lima que recebe também uma grande quantidade de votantes.

 

“As maiores dificuldades encontradas nesse pleito são: O grande número de analfabetos, dificuldade na leitura biométrica e o tempo gasto durante a votação”, afirmou o Juiz Eleitoral da 39ª zona, Rômulo Vasconcelos.

 

Veja como andam as eleições na cidade de Água Branca:

 

“Nos reencontramos no segundo turno”, diz Júlio Cézar

Candidato pelo PSDB ao Governo de Alagoas, Júlio Cezar (PSDB), votou na manhã deste domingo (05), em Palmeira dos Índios, no Colégio Estadual Monsenhor Ribeiro. O tucano chegou ao local acompanhado da mãe e da esposa.

 

“As pesquisas que eu acredito são essas que estão aqui, na rua, na vontade das pessoas. Fizemos uma campanha limpa, apresentando as melhores propostas para Alagoas e temos certeza que o eleitor faça essa reflexão, tenha essa consciência. Nos reencontramos no segundo turno”, disse Júlio Cézar.

 

O candidato volta a Maceió para acompanhar a apuração junto com sua equipe de campanha. “Eu sonho com um estado onde o rico e o pobre, o preto e o branco, possam um dia sentar lado a lado numa mesma escola”, finalizou Júlio Cézar.

Renan Filho vota e diz que não entrou “no clima de que já ganhou”

REO candidato ao governo do Estado Renan Filho (PMDB) foi o primeiro entre os candidatos ao cargo a comparecer à urna, neste domingo (05), para votar. Renan se mostrou confiante diante do conteúdo elaborado em sua campanha para conseguir o voto do eleitor alagoano, mas ressaltou que não entrou “no clima de que já ganhou” mesmo com os resultados das últimas pesquisas eleitorais o colocam em primeiro lugar.

 

Renan Filho votou no COC, no bairro da Ponta Verde, e chegou ao local acompanhado da esposa e do filho. Segundo ele, as pesquisas eleitorais servem para fortalecer a imagem do candidato, mas o resultado final somente depois da apuração, que ele irá acompanhar de sua residência com a família.

 

Sobre um possível segundo turno, ele disse apenas que espera o resultado deste domingo para só então pensar na possibilidade. O candidato destacou ainda o fortalecimento da campanha nos últimos dias e, ao ser questionado sobre o plano de governo, caso ganhe a eleição, voltou a reforçar o “tripé” com base na Educação, Segurança Pública e Saúde. “Essas três áreas serão prioridades”.

Benedito de Lira acredita em vitória no primeiro turno

biuO candidato do PP, Benedito de Lira votou no final da manhã deste domingo (05) na escola Princesa Isabel no Cepa. Confiante, o senador afirmou que não tem vaidades de assumir o executivo estadual, acredita em vitória no primeiro turno e caso não aconteça, manterá o nível de campanha, a qual considera “honesta”.

 

“Acho que tudo o que tínhamos de fazer e mostrar foi feito. Por isso, acreditamos que o povo vai escolher o nosso projeto para promover o crescimento em Alagoas. Acredito que podemos vencer ainda neste primeiro turno. Se não acontecer, vamos manter um nível honesto de campanha”, afirmou.

 

Questionado sobre as pesquisas de intenção de voto para o governo, que apontaram sempre a desvantagem da sua candidatura, Benedito de Lira afirmou não se preocupar com esta ferramenta.

 

“Eu não discuto pesquisa porque por que não sei o formato deste trabalho. O pesquisa que importa para mim é o resultado das urnas, o povo votando e escolhendo quem acha melhor, por isso acreditamos no sucesso”, disse.

 

Assim como o rival, Benedito de Lira irá acompanhar a votação com a família, a quem atribuiu todo apoio da campanha, inclusive o objetivo principal de assumir o executivo. “Só faz festa quando tudo está definido. Vou acompanhar com a família tanquilamente. Não tenho vaidade para assumir o posto de governador. Faço isso para promover a mudança em Alagoas”, finalizou.

Tranquilidade reinou pela manhã nos locais de votação

A manhã de domingo foi marcada pela calmaria pela cidade

142,5 milhões de brasileiros vão às urnas hoje para escolher presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual. Os portões dos colégios foram abertos pontualmente às 8:00hs e serão fechados às 17:00hs, como pede o TSE(Tribunal Superior Eleitoral).

 

DSCF1393
Escola Municipal Profª. Virgília Bezerra de Lima – Bairro Campo Grande (Delmiro Gouveia – AL)

 

Em Delmiro Gouveia tudo corre na mais perfeita normalidade. 143 Seções estarão esperando durante todo o dia aproximadamente 35.000 eleitores distribuídos entre 15 escolas na zona urbana e 11 na zona rural. O município concentra o maior número de eleitores do sertão alagoano.

 

DSCF1396“Até agora nada foi registrado. Espero que durante o domingo as pessoas continuem conscientes”, ressaltou o comandante do 9º Batalhão, Coronel Joaz Fontes. Além dos fiscais do TSE, a polícia militar também intensificou as rondas em todas as cidades do sertão, onde é de competência do 9º Batalhão, 160 homens reforçarão a segurança neste domingo.

 

Aqui no Portal Radar89.com.br você acompanha as informações em tempo real de todo o processo eleitoral. Em conjunto com as Rádios Delmiro (FM 89,9 e AM 760) você vai conferir em primeira mão os fatos que chamarem atenção durante a votação, como também a apuração.

 

 

Veja como está o movimento deste domingo da democracia:

 

PMs de AL são enviados para reforçar segurança nas eleições no interior

Ao todo, 2641 policiais vão se distribuir nos 102 municípios do estado.
Eles permanecem nas cidades ate segunda-feira (6).

FacebookAs tropas da Polícia Militar que vão atuar no dia das eleições em todos os municípios alagoanos começaram a sair na manhã desta sexta-feira (3) de Maceió.  Ao todo, 2641 policiais militares vão reforçar a segurança em 102 municípios. Essas tropas irão se juntar com o policiamento existente em cada uma das cidades.

 

Nesta manhã, cerca de 400 militares partiram para cidades do interior em ônibus cedidos pela corporação. Segundo a assessoria da PM, o restante dos PMs que vão para o interior ficaram responsáveis por sua locomoção até o local determinado. Eles só retornam dos municípios na segunda-feira (6), depois de 7h.

 

O estado foi dividido em seis regiões. A área Metropolitana de Maceió, que inclui os municípios de Rio Largo, Marechal Deodoro e Paripueira, terá 1.700 militares. No Sertão haverá 595 homens e no Agreste e Litoral-Sul, 1.275. Já o litoral Norte, 771.

 

Durante uma coletiva sobre a segurança nas eleições, o comandante geral da PM, coronel Marcus Aurélio Pinheiro, informou que 4.041 militares foram convocados para reforçar a segurança em todo estado no domingo de votação. Pinheiro destacou que o desafio é manter o policiamento de rotina junto ao policiamento voltado para crimes eleitorais.

 

Os policiais terão o direito ao voto mantido. Eles trabalharão em escala para que cada um possa ir aos colégios eleitorais e depois retornam ao serviço. Para que o contingente fosse maior nas eleições, todas as férias e licenças na corporação foram suspensas.

25 mil candidatos disputam votos de 142 milhões de eleitores pelo Brasil

67398_ext_arquivoUma quantidade recorde de brasileiros deve ir às urnas nas eleições gerais deste domingo (5). O número de brasileiros aptos a votar é de 142.822.046, um crescimento de 5,2% em relação aos 135.804.234 eleitores inscritos na Justiça Eleitoral em 2010.

 

Além da Presidência, estão em jogo nas eleições deste ano os cargos de 27 governadores das unidades federativas, 27 cadeiras do Senado, 513 vagas de deputado federal e mais de mil cadeiras de deputado estadual. São quase 25 mil candidatos no país, incluindo os postulantes aos cargos de vice-presidente, vice-governador e à suplência de senador. A maior parte – quase 17 mil – disputa uma vaga de deputado estadual.

 

A presidente Dilma Rousseff (PT) busca a reeleição e lidera as pesquisas de intenção de voto.  O senador mineiro Aécio Neves, candidato do PSDB, aparece pela primeira vez numericamente à frente de Marina Silva (PSB), mas, considerando a margem de erro, Aécio e Marina estão tecnicamente empatados, segundo os últimos levantamentos do Ibope e do Datafolha. Se o tucano não for ao segundo turno, o PSDB terá seu pior resultado em disputas presidenciais desde 1989.

 

Marina, que era a candidata a vice e assumiu a cabeça de chapa após a morte do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos em um acidente de avião em 13 de agosto, tenta ir ao segundo turno pela primeira vez. Em 2010, ela se candidatou pelo PV e ficou em terceiro lugar. Dilma e Marina podem fazer pela primeira vez na história do país um segundo turno entre mulheres.

Prefeito e primeira-dama são flagrados fazendo campanha ilegal para candidato a deputado

LUCAS MALTAUma denúncia anônima levou a Polícia Federal, o Ministério Público Estadual e a Justiça Eleitoral a flagrarem, nesta sexta-feira (03), um crime eleitoral envolvendo o prefeito de Santana do Ipanema, Mário Silva, e a primeira-dama e secretária de Educação do município, Renalda Martins Silva. Segundo foi constatado pelos órgãos, os gestores convocaram uma reunião com servidores para pedir voto ao candidato a deputado estadual Bruno Toledo (PSDB).

 

À reportagem do CadaMinuto, a chefe de cartório da 19ª Zona Eleitoral de Santana do Ipanema, Maria Luiza Chaves, afirmou que Mário e Renalda estavam em uma chácara com servidores da Educação, entre funcionários e professores, fazendo campanha para o postulante ao Legislativo com a distribuição de santinhos. Ela explicou que, conforme prevê a calendário da Justiça Eleitoral, o prazo para realização deste tipo de reunião foi encerrado ontem (02), passando a ser caracterizado como crime.

 

Maria Luiza afirmou que o flagrante foi feito pelo delegado Daniel Granjeiro, da PF, que confeccionou um Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO) por Crime Eleitoral. Questionado, o prefeito Mário Silva alegou desconhecer a proibição referente à realização das reuniões de campanha.

 

O caso foi denunciado e passará a ser investigado pelo MPE e pela Polícia Federal.