Paulo Afonso: Obras no HMPA visam melhorar estrutura e atendimento à população

Por Ascom/ PMPA | 11 de julho de 2019 às 8:30

Foto: Ascom/PMPA

 

 

O Hospital Municipal Aroldo Ferreira, localizado no Bairro Tancredo Neves, está passando por um processo de adequações na parte de estrutura e atendimento. A unidade de saúde dispõe de um corpo técnico com 48 médicos, 23 enfermeiros e 72 técnicos de enfermagem, divididos em várias especialidades.

Para que os usuários tenham mais acesso e comodidade, algumas áreas estão sendo repensadas, a exemplo do pronto socorro infantil. O local conta com seis novos leitos e uma sala de estabilização, o que disponibiliza mais conforto e melhor atendimento para este público. Esta fase engloba ainda a modernização da recepção geral, com a implantação de um espaço para o acolhimento das pessoas que ficam à espera dos pacientes, com a instalação de bebedouro e banheiro.

 Para o secretário extraordinário em Gestão Hospitalar, Ghiarone Garibaldi, a ação visa dimensionar e segmentar os atendimentos realizados. “Essas ações são para contribuir com o atendimento aos usuários. Ou seja, otimizar o espaço que nós temos, tornando-o mais eficaz e dinâmico”, afirma.

De acordo com Guiarone, com a chegada da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), alguns espaços precisam ser ampliados e realinhados. “A reanimação é um exemplo, já que  vai precisar ter 10 leitos para trabalhar em consonância com a UTI e, dessa forma, garantir o assistencialismo aos que necessitam”, acrescenta o secretário extraordinário.

Outro local que vai ser readequado é a sala de medicamentos, com poltronas para atendimento dos pacientes que chegam à unidade. “O serviço ambulatorial, ou seja, raio-x, eletrocardiograma, ultrassonografia, laboratório e ortopedia, vai ser remanejado, visando trazer mais segmentação das alas”, reitera Garibaldi.

Ainda de acordo com o Garibaldi, a ideia é trazer saúde ao povo e, ao mesmo tempo, administrar com cautela os recursos. “Nosso objetivo é garantir saúde com o custo adequado, repensar o espaço disponível e a qualidade do serviço ofertado”, acrescenta.

Foto: Ascom

 

Centro de Diagnóstico por Imagem 

Além de toda a reforma, o HMPA se prepara para receber um Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI). A ação é um investimento municipal e o local vai contar com exames de ressonância magnética, tomografia, ultrassonagrafia, eletroencefalograma, eletrocardiograma, raio-x digital, mamografia e densitometria óssea.

“Nosso CDI vai ser completo, pronto para atender os serviços de alta complexidade. Esses aparelhos vão mudar a realidade do tratamento por imagem em nosso município”, aborda Garibaldi.

Foto: Ascom/PMPA

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Reforma da previdência, você é a favor ou contra?

    Resultado da Enquete

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar89 © 2014 - 2017 Todos os direitos reservados.