PF cumpre mandados em Alagoas e Pernambuco para desarticular quadrilha de roubo a bancos

Por TNH1 | 16 de março de 2017 às 11:51

csm_20170316075741419033o_baa7eeae73A Polícia Federal desencadeou na manhã desta quinta-feira (16) uma operação para desarticular uma quadrilha suspeita de cometer assaltos à mão armada e roubos a bancos nos estados de Alagoas e Pernambuco.

 

A operação foi titulada como “Divisa Sul”, e faz referência à uma organização criminosa paulista que estaria atuando nos dois estados. Ao todo são cumpridos 16 mandados, sendo oito de busca e apreensão e oito de prisão preventiva. Dois deles são cumpridos em Novo Lino, cidade alagoana que fica na divisa entre os estados.

 

Os demais mandados são cumpridos em cidades pernambucanas. São quatro de busca e apreensão e quatro de prisões preventivas em Sirinhaém, dois de cada em Ribeirão e um de cada em Amaraji. Há ainda uma condução coercitiva em Ipojuca.

 

Todas as ordens judiciais foram expedidas pela 17ª Vara Criminal de Alagoas, especializada no combate ao crime organizado. De acordo com a polícia, os suspeitos têm uma extensa ficha criminal e respondem por crimes de homicídios de policiais.

 

Entre os alvos da operação está um homem identificado apenas como “Flávio Galego”, apontado como líder do grupo. Todos os presos estão sendo conduzidos para a Superintendência da Polícia Federal do Estado de Alagoas, em Maceió.

 

De acordo com os investigadores da Delegacia de Repressão a Crimes Patrimoniais e Tráfico de Armas de Alagoa, a quadrilha teria envolvimento no furto e explosão da agência do Banco do Brasil, em Rio Formoso, Pernambuco, em setembro de 2016.

 

O grupo é apontado ainda como autor do assalto à mão armada na casa do chefe de Gabinete do Prefeito de Ipojuca, em setembro do ano passado; no furto com uso de explosivos da agência do Banco do Brasil, em Colônia Leopoldina, Alagoas, em outubro de 2016; no roubo a um posto de combustível em Sirinhaém em novembro de 2016, além de ser apontado como autor de crimes de grande repercussão em Alagoas e Pernambuco.

Deixe aqui seu Comentário

Radar notícias © 2014 - 2021 Todos os direitos reservados.