Polícia suspeita que disparos efetuados por quadrilha em delegacia tenham sido em retaliação a morte de integrante

Por Ítallo Timóteo | 16 de fevereiro de 2016 às 2:34

delegacaA Polícia Civil de Alagoas investiga o ataque criminoso à delegacia distrital de Mata Grande. O prédio policial foi fuzilado na madrugada do último sábado (13), durante uma tentativa de assalto ao Banco do Nordeste. Os disparos possivelmente tenham sidos provocados em retaliação a morte do traficante Maicon Souza da Silva, mais conhecido como ‘Mayck’, 23 anos, que tombou após reagir a prisão durante uma operação realizada no dia 26 de Novembro de 2015.

 

De acordo com a PC, as proporções utilizadas no ataque a delegacia deixa a entender que eles foram especificamente para matar os policiais que ali estivessem. Um deles que preferiu não se identificar contou que vários tiros de fuzil foram deflagrados, no momento do disparos, apenas um policial estava no interior do imóvel, ele por pouco não foi atingido.

 

“Em casos como esse, não é comum que a quadrilha vá até a delegacia, geralmente eles se deslocam até a sede da Polícia Militar, pois a PM é a primeira a combater esses e outros crimes.” Frisou o policial, que com medo de represália preferiu não se identificar.

 

As afirmações dadas pelo Agente da Polícia Civil, gerou um clima de revolta no meio policial e o caso está sendo investigado pela Delegacia Especial de Investigação e Captura (DEIC).

 

Vídeo:

 

Deixe aqui seu Comentário

Radar notícias © 2014 - 2024 Todos os direitos reservados.