Prefeito de Delmiro Gouveia afirma que comunicadores espalham inverdades sobre gestão dele

Por Redação - Radar Notícias | 22 de julho de 2019 às 0:30

Prefeito de Delmiro Gouveia, Padre Eraldo (Foto: Google)

 

O prefeito de Delmiro Gouveia, Padre Eraldo (PSD), disparou uma indireta para alguns comunicadores da cidade, na inauguração da praça do Distrito de Sinimbu, realizada na última sexta-feira (19). 

De acordo com o chefe do executivo, algumas emissoras de rádio estão espalhando inverdades sobre a gestão dele. “Estava vindo pra cá e um comunicador disse que a praça não tinha brinquedos. Eu quero que vocês registrem tudo para que esse rapaz tome conhecimento”, ironizou. 

A praça ganhou o nome de Lindaura Maria Gomes e à construção foi fruto de  muita polêmica. Ela estava nas emendas dos vereadores da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2019. Em seguida, foi vetada pelo prefeito Padre Eraldo (PSD).

Em sessão extraordinária, realizada no dia 22 de janeiro, os vereadores derrubaram o veto do prefeito e, consequentemente, a gestão teve que alocar a verba de R$ 135 mil reais para a construção da praça. 

Em outro momento, o prefeito afirmou que não vai às emissoras de rádios, porque nelas, saem várias inverdades da gestão comandada por ele. 

Investigado pelo Ministério Público e Câmara Municipal 

O prefeito de Delmiro Gouveia, Padre Eraldo está sendo investigado pelo Ministério Público Estadual (MPE) e pela Casa Legislativa Municipal. As denúncias partiram de moradores do município. Em março, o procurador-geral, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, cumpriu mandado de busca e apreensão de documentos na sede da Prefeitura e em algumas secretarias. Ainda de acordo com o procurador-geral, a suspeita dos desvios gira em torno de R$ 20 milhões.

A investigação gira em torno de edis que, de acordo com as informações prestadas pelos motoristas nas oitivas do MPE, teriam ligação direta com locação de veículos e máquinas.

Documentos publicados no portal da transparência do município mostram que a gestão contratou, ao mesmo tempo, uma empresa de locação de veículos com o combustível já incluso e outra prestadora de serviços para o fornecimento de combustível.

No processo de investigação, foram ouvidas cerca de 80 pessoas. O MPE também investiga se há interferência de ex e atuais secretários municipais nessas locações de veículos e se, as rotas relacionadas pelas empresas, estão de acordo com os depoimentos dos motoristas.

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você acredita que os vereadores de Delmiro Gouveia estão fazendo um bom trabalho?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar89 © 2014 - 2017 Todos os direitos reservados.