Programa Educação Inclusiva contemplou mais de 800 pessoas em 2019

Por Ascom/PMPA | 24 de janeiro de 2020 às 4:00

Preparar a população para o futuro, com a oferta de cursos profissionalizantes e de capacitação é uma das metas da Prefeitura de Paulo Afonso. A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) mantém uma equipe de monitoramento para identificar as prioridades e aperfeiçoar a oferta de serviços destinados prioritariamente a pessoas em eventual situação de vulnerabilidade socioeconômica.

O Programa Educação Inclusiva tem se destacado no atendimento voltado para habilitação, qualificação e capacitação de jovens, adultos, idosos e beneficiários do Programa Bolsa Família, criando a oportunidade de darem o primeiro passo para a carreira profissional e satisfação pessoal. O objetivo geral do programa é assegurar o pleno exercício da cidadania e profissionalização, adquirindo valores, conhecimentos, senso de responsabilidade, educação e igualdade.

A secretária interina de Desenvolvimento Social, Cíntia Rosena, ressalta que em 2020, os programas continuam. “Todas as ações da Prefeitura, incluindo os projetos da Sedes, que contam com a atenção especial do prefeito Luiz de Deus, terão continuidade. Para nós, enquanto gestores públicos, é uma satisfação contribuir com a realização dos sonhos das pessoas, para que todos sejam contemplados com os serviços da rede sociassistencial”, afirma.

Em 1992, na primeira gestão do prefeito Luiz de Deus, foi criada a Casa do Estudante de Paulo Afonso em Salvador (Cepa), com a finalidade de oferecer moradia aos estudantes com idade mínima de 18 anos, que cursam universidade na capital do estado. Em 2019, das 21 vagas ofertadas, foram ocupadas 15, beneficiando seis alunas e nove do sexo masculino. 

Também em 2019, o Curso de Informática Básica Itinerante alcançou 325 pessoas com aulas práticas e didáticas em programas avançados de computação e acesso à internet. O curso percorreu o bairro Jardim Bahia, povoados Juá e Malhada Grande, além do Programa Estação Juventude. O benefício é destinado a pessoas com idade a partir de 14 anos, em situação de vulnerabilidade social.

As escolas de informática básica para melhor idade do centro e Bairro Tancredo Neves certificaram 250 alunos com idade a partir de 55 anos. Foram duas turmas em cada escola.

Jovens e adultos concluintes do ensino médio ou superior, residentes nas áreas urbana e rural do município também foram beneficiados com o Curso de Preparação para Concurso. Foram duas turmas de 30 alunos residentes no BTN e duas no centro, totalizando 120 vagas oferecidas. Outro fruto da parceria com a LN Cursos contemplou 30 alunos com o Curso pré-vestibular.

O Projeto Inglês no meu Bairro, ainda em fase de conclusão, no povoado Caiçara, Praça CEU e Programa Estação Juventude, atende a 60 alunos, sendo 20 em cada localidade.

Jovens da área urbana, bairros e povoados fizeram o Curso Preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O curso teve duração de um ano e beneficiou 30 alunos.

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2020 Todos os direitos reservados.