Ronaldo Medeiros que defendia permanência de Dilma, agora defende saída de Temer

Por Cada Minuto | 18 de maio de 2017 às 17:47

O deputado Ronaldo Medeiros (PMDB) – que era das fileiras do PT – disse em entrevista a jornalista Vanessa Alencar ser favorável à renúncia do presidente Michel Temer (PMDB), que é de seu partido. Medeiros vê a situação como insustentável.

 

Temer – como se viu no recente pronunciamento – resolveu ficar. O presidente foi extremamente enfático: “Não renunciarei”.

 

O que pesa contra Temer são denúncias gravíssimas de ter usado de sua posição para comprar o silêncio do ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB), já condenado na Lava Jato. De acordo com o jornal O Globo, Temer foi gravado conversando com os donos da JBS sobre o assunto. Eu concordo com Medeiros: confirmada a gravação, os áudios que estão sendo citados, e com o fato de Temer ser alvo de um inquérito autorizado pelo STF, o presidente deveria renunciar. Mas a renúncia é ato pessoal. O presidente não fazendo, deve ser colhido todo o material possível para substanciar um pedido de impeachment. É que isto NÃO É GOLPE! Não é Medeiros?

 

Dificilmente Temer atravessa a crise e garante a chamada governabilidade. Afinal, novos fatos devem se suceder de forma mais rápida que se possa imaginar, ainda mais quando os áudios aparecerem. O Congresso terá que se posicionar.

 

Mas, o Medeiros de hoje, mostrou preocupações que – em recente passado, quando estava nas fileiras do PT – não tinha. Preocupações com o futuro da governabilidade do país diante de um quadro caótico em que o presidente não tem mais condições de governar em função das denúncias que pensam contra seu governo. Naquele tempo, eu defendia a saída de Dilma Rousseff pelos crimes de responsabilidade e pela própria situação da própria presidente e de seu governo. A presidente estava envolvida em crimes de responsabilidade, não garantia a governabilidade, os indicadores do país só pioravam e se vivia – para usar a “expressão medeiriana” – o “armagedom da política”.

 

E não era só Dilma: os escândalos envolvendo lideranças nacionais do PT – e também de outros partidos da base governista, com o PMDB do presidente Michel Temer, e até de oposicionistas – apareciam aos montes, incluindo a figura central do partido Luís Inácio Lula da Silva (PT), que hoje responde como réu em alguns processos.

 

Mas, para os alguns petistas, eu era um golpista alienado que acreditava na Globo, além de outros rótulos muito usuais nos discursos mais inflamados que tendem a se distanciar da racionalidade por pura emoção.

 

Para Ronaldo Medeiros, diante da crise vivenciada agora por Temer, a situação do país “só vai piorar a vida dos que mais necessitam, gerar mais desemprego, menos consumo e menos investimentos. Será uma hecatombe social”. Concordo com ele. Mas quando Medeiros defendia Dilma, este mesmo diagnóstico já poderia ser feito daquele governo que deixou milhões de desempregados, uma economia em decadência, o aparelhamento completo do Estado, dentre outros pontos que apontam para uma “hecatombe social”.

 

É verdade que Medeiros fez críticas duras a gestão da petista, mas sempre esperando que ela se recuperasse. Justiça seja feita: ele criticou sim…não nego isto.

 

Porém, se Medeiros diz que só “Agora explodiu, atinge a todos…”, ele erra. Agora explodiu para cima do presidente Michel Temer que precisa se explicar e deve ter todo o direito ao contraditório e a ampla defesa, mas pelo bem do país deveria deixar a cadeira. Porém, o degringolar desta crise, que parece não ter fim, já havia explodido há muito quando alguns gritavam – dentre os quais Ronaldo Medeiros – que Dilma era vítima de um golpe.

 

Quem foi vítima de um golpe foi o país. Um golpe de um establishment que envolve PT, PMDB, PSDB entre outros partidos (mesmo havendo pessoas sérias em seus quadros) que mais lembram o Sermão do Bom Ladrão do padre Antônio Vieira, quando falam dos que roubam, mas não são punidos por possuírem o controle do “patronato”, tão bem já denunciado pelo cientista político Raimundo Faoro na obra Os Donos do Poder. Foi isto que a Lava Jato rompeu. Mostrou as vísceras deste establishment. Aliás, não é  de agora que mostra. Vê quem quer…

 

Afinal, na mesma delação que fala de Temer, também fala de Dilma e da solicitação de R$ 30 milhões para uma campanha em Minas Gerais. Natural que tenha menor destaque, afinal o presidente agora é Temer. Ele é o mais importante. Porém, ignorar? É achar que o delator só fala a verdade quando é conveniente.

 

8ef42dc5-83a8-4772-943b-10bf7010c776É que para alguns petistas (e ex-petistas, mas que ainda carregam o PT no coração!) somente agora neste momento é que a Globo não é mais golpista, delator fala a verdade, gravações de presidente não é crime, mas é preciso se atentar para o conteúdo etc.

 

Onde estava Ronaldo Medeiros quando foram gravados áudios de Lula e Dilma e que mostravam o uso do establishment para obstruir a Justiça? Muitos disseram que a Lava Jato pararia com a queda de Dilma Rousseff. Eis a resposta: não parou! Os irmãos siameses, que se fingem opositores, PSDB e PT possuem muito que explicar. O PMDB também.

 

Medeiros acerta ao cobrar de Temer. Porém, é uma pena que tenha errado no passado ao aliviar para Lula e Dilma. E olhe que na época Lula e Dilma eram do PT e Ronaldo Medeiros também. Hoje, Medeiros é do PMDB e Michel Temer também. Então, nem dá para dizer que era uma questão de estrutura partidária.

 

Na Casa de Tavares Bastos, Medeiros é um dos maiores críticos do governo Temer, principalmente nas críticas acertadas que faz a Reforma da Previdência. Eu concordo com elas.

 

Ah, o Medeiros já chamou o impeachment de golpe…

 

Bem, agora Ronaldo Medeiros entendeu que pedir a renuncia de um presidente diante de um grave quadro que leva a ingovernabilidade, diante de indícios de um governo envolvido até o talo em corrupção, diante de possibilidade de crime de responsabilidade não é golpe. Como não é golpe este conjunto de fatores substanciar um pedido de impeachment. Golpe é o que PT, PSDB, PMDB, PP e tantos outros fizeram com o povo brasileiro e ainda fazem para tentar salvar os seus…

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2020 Todos os direitos reservados.