“Serei grata por toda vida”, diz paciente recuperada da Covid-19

Por Ascom / Sesau | 9 de maio de 2020 às 14:00

Foto: Marcel Vital

“Agradeço a todos vocês por tudo que fizeram por mim durante esse tempo”, disse Maria Betânia dos Santos Silva, de 39 anos, paciente de Covid-19, que ficou 24 dias internada no Hospital da Mulher Dr.ª Nise da Silveira (HM), 17 deles entubada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Residente do município de Capela, distante a 63 quilômetros da capital, ela chegou ao leito da semi-intensiva da unidade hospitalar – que é referência para casos suspeitos ou confirmados de Covid-19 -, no dia 13 de abril com quadro de febre, tosse seca, dores musculares e epigastralgia (dor na parte superior do abdômen ou epigástrio).

Contudo, após dois dias, precisou ser internada às pressas na UTI devido à piora do seu quadro respiratório, necessitando de entubação orotraqueal e ventilação mecânica. Na UTI, a luta pela vida aconteceu com o auxilio de máquinas sofisticadas que ajudaram a paciente a respirar e a realizar outras funções básicas, além de enviar remédios para o corpo.

Como atualmente não existe tratamento comprovado para o novo coronavírus, o essencial para o tratamento da paciente que estava em situação grave foi a garantia de oxigênio suficiente para os seus pulmões, enquanto o sistema imunológico combatia o vírus. “Quero agradecer a equipe que me deu banho, remédios e alimentação pela sonda e me socorreu durante as horas de angústia. Por isso, serei grata a vocês pelo resto da minha vida”, agradeceu Maria Betânia, em tom emocionado, ansiosa para voltar à sala de aula, já que é professora do ensino fundamental no município de Capela. Ela é mãe de Anthony Gabriel, de 14 anos, e Albert Ryan, de 17.

“Ela chegou ao nosso Centro de Terapia Intensiva com muita falta de ar, com necessidade de entubação e ventilação mecânica por um longo período. Conforme o tempo foi passando, evoluímos o desmame da ventilação mecânica e ela foi extubada com sucesso. Posteriormente, ela ficou independente do oxigênio suplementar. São histórias como a dela que incentivam nossa equipe multidisciplinar a continuar trabalhando 24 horas por dia para o bem-estar da população alagoana. Como ela ficou muito tempo entubada, passei um encaminhamento para o fonoaudiólogo, a fim de ela deglutir melhor novamente e exercer com maestria o ofício de ser professora”, explicou o coordenador médico do Centro de Terapia Intensiva Covid-19 do Hospital da Mulher, Luiz Guilherme Almeida.

Para Maria Benedita, de 61 anos, mãe de Maria Betânia, o tempo em que a filha esteve internada no hospital foi, a seu ver, o maior sofrimento de sua vida. “Só Deus pra ter me confortado durante esse tempo. Foi uma luta grande que não desejo nem pro meu pior inimigo. Minha filha ressuscitou”, disse ela, que ganhou como presente de aniversário, a alta hospitalar da filha.

Ao rever sua filha saindo pelas portas de vidro do Hospital da Mulher, Maria Benedita repassa às pessoas a recomendação para que fiquem em casa. “Eu peço que a população acredite nas palavras que os médicos e o governador estão dizendo na tevê e na internet. Essa doença pode matar. Estou vendo a minha filha hoje e sei o quanto sofri durante esse tempo, achando que a qualquer momento podia receber a pior notícia da minha vida. Por favor, fique em casa! Se você não tiver motivo pra sair, não coloque os pés na rua. É triste quando a gente tem um caso como essa na família. A gente liga a tevê e o mundo só fala disso. Se preservem. Se cuidem. Se amem”, suplicou Benedita.

Relação das altas hospitalares:*

 17/04 – Homem, 51 anos – Satuba (AL)

 20/04 – Mulher, 81 anos – Cajueiro (AL)

 20/04 – Homem, 58 anos – Maceió (AL)

 22/04 – Mulher, 44 anos – Rio Largo (AL)

5 ª 22/04 – Mulher, 47 anos – Maceió (AL)

 22/04 – Homem, 81 anos – Marechal Deodoro (AL)

 22/04 – Homem, 50 anos – Marechal Deodoro (AL)

8ª 24/04 – Homem, 60 anos – Maceió (AL)

 25/04 – Homem, 39 anos – Maceió (AL)

10ª 27/04 – Mulher, 52 anos – Maceió (AL)

11ª 27/04 – Homem, 50 anos – Maceió (AL)

12ª 27/04 – Homem, 64 anos – Maceió (AL)

13ª 27/04 – Homem, 47 anos – Maceió (AL)

14ª 30/04 – Homem, 41 anos – Maceió (AL)

15ª 30/04 – Criança, 2 anos – Maragogi (AL)

16ª 01/05 – Mulher, 36 anos – Maceió (AL)

17ª 01/05 – Mulher, 32 anos – Maceió (AL)

18ª 04/05 – Mulher, 50 anos – Maceió (AL)

19ª 04/05 – Homem, 73 anos – Maceió (AL)

20ª 04/05 – Mulher, 47 anos – Maceió (AL)

21ª 04/05 – Homem, 38 anos – Maceió (AL)

22ª 04/05 – Mulher, 42 anos – Maceió (AL)

23ª 04/05 – Homem, 60 anos – Maceió (AL)

24ª 04/05 – Homem, 87 anos – Maceió (AL)

25ª 05/05 – Mulher, 40 anos – Teotônio Vilela (AL)

26ª 06/05 – Homem, 36 anos – Maceió (AL)

27ª 06/05 –Homem, 68 anos – Maceió (AL)

28ª 06/05 – Mulher, 35 anos – São Miguel dos Campos (AL)

29ª 06/05 – Homem, 47 anos – Porto Calvo (AL)

30ª 06/05 – Homem, 19 anos – Coqueiro Seco (AL)

31ª 07/05 – Mulher, 47 anos – Maceió (AL)

32ª 07/05 – Recém-nascido, 6 meses – Coqueiro Seco (AL)

33ª 07/05 – Homem, 34 anos – Chã da Jaqueira (AL)

34ª 07/05 – Mulher, 39 anos – Capela (AL)

35ª 08/05 – Criança, 1 ano – Maragogi (AL)

36ª 08/05 – Mulher, 31 anos – Maceió (AL)

37ª 08/05 – Mulher, 45 anos – Maceió (AL)

38ª 08/05 – Homem, 66 anos – Maceió (AL)

39ª 08/05 – Mulher, 50 anos – Maceió (AL)

40ª 08/05 – Homem, 49 anos – Maceió (AL)

41ª 08/05 – Homem, 67 anos – Maceió (AL)

42ª 08/05 – Homem, 60 anos – Maceió (AL)

43ª 08/05 – Mulher, 28 anos – Maceió (AL)

*Relação por ordem de inclusão no Boletim do Serviço Social 

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2020 Todos os direitos reservados.