TSE aplica nova condenação a Bolsonaro e torna Braga Netto inelegível até 2030

Por | 1 de novembro de 2023 às 10:33

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) condenou, nesta terça-feira (31), por 5 votos a 2, o ex-presidente Jair Bolsonaro e o general Walter Braga Netto, candidato a vice na chapa de Bolsonaro nas últimas eleições, por uso eleitoral das comemorações do Bicentenário da Independência, em 7 de Setembro de 2022.

O resultado torna Braga Netto inelegível até 2030, ele era cotado pelo PL para se candidatar à prefeitura do Rio de Janeiro nas eleições municipais de 2024. Os dois terão que pagar multas no valor de R$ 425,6 mil e R$ 212,8 mil.

Bolsonaro já havia sido condenado, no mês de junho, por abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação em outra ação, que levou a Corte a declará-lo inelegível por oito anos, até 2030. A nova inelegibilidade não se soma à sanção já aplicada.

O ex-presidente e o general podem recorrer da decisão no próprio TSE e também no Supremo Tribunal Federal (STF), se entenderem que houve violação da Constituição no julgamento.

Deixe aqui seu Comentário

Radar notícias © 2014 - 2024 Todos os direitos reservados.