Vaza foto do ex-prefeito Celso Luiz preso no Sistema Penitenciário de Maceió

Acusado de desviar R$ 17 milhões, o ex-gestor público aparece de cabeça raspada e com a farda do sistema prisional

Por Gazeta Web | 16 de maio de 2017 às 21:32

WhatsApp Image 2017-05-16 at 15.46.04Vazou nas redes sociais, na tarde desta terça-feira (16), uma foto do ex-prefeito de Canapi, Celso Luiz, de cabeça raspada e com as vestimentas de reeducando, no momento em que ele deu entrada no Sistema Penitenciário de Maceió. Ele é acusado de desviar R$ 17 milhões dos cofres públicos e foi preso em casa pela Polícia Federal na última sexta-feira (12).

 

O ex-deputado está preso em uma ala especial no Presídio Cyridião Durval, longe dos integrantes de facções, ao lado dos ex-secretários municipais do ex-vice-prefeito Genaldo Vieira, mais conhecido como “Vieira do Povão”.

 

A ação deflagrada pela Polícia Federal e que resultou na prisão dos quatro teve o objetivo de desarticular uma organização criminosa responsável por um prejuízo que chega a R$ 17 milhões, dinheiro oriundo do antigo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef) e de outros programas do governo federal na área de educação, que foi depositado pela União nas contas da prefeitura de Canapi, entre 2015 e 2016.

 

Além dos desvios que foram apurados na primeira fase da operação policial, constatou-se a continuidade das ações criminosas a cargo do grupo, a partir da liberação de valores remanescentes do fundo nos últimos dias da gestão do ex-prefeito Celso Luiz, o qual assumira a gestão da cidade após afastamento do seu antecessor, determinado judicialmente.

 

Apurou-se, ainda, que a organização criminosa vinha intimidando e cooptando testemunhas, com o propósito de dificultar as investigações empreendidas pela Polícia Federal.

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2020 Todos os direitos reservados.