Vendas no varejo recuam 0,4% durante mês de setembro em Alagoas

Por REDAÇÃO | 12 de novembro de 2020 às 13:00

Calçadão do comércio de Delmiro Gouveia (Foto: Arquivo / Radar)

O volume de vendas no comércio varejista em Alagoas recuou 0,4% em setembro na comparação com o mês anterior. É o primeiro registro negativo após quatro taxas positivas consecutivas. Os dados são da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgada nesta quarta-feira (11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na comparação com agosto de 2019, o comércio cresceu 7,5%, o segundo resultado positivo desde fevereiro. No acumulado do ano, o setor registrou queda de 5,4%, enquanto nos últimos 12 meses acumula redução de 4,2%.

No Brasil, o volume de vendas do varejo cresceu 0,6% em setembro. Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, o comércio cresceu 7,3%. Nos últimos 12 meses, o setor acumula crescimento de 0,9%.

“Trata-se de uma diminuição do ritmo de crescimento nos volumes do varejo nacional. A desaceleração é natural e representa uma acomodação, porque as quedas de março e abril foram muito expressivas, o que fez com que os meses seguintes de recuperação também tivessem altas intensas. A desaceleração é como se a série estivesse voltando à normalidade”, explicou o gerente da pesquisa, Cristiano Santos, analisando os resultados para o Brasil.

Vendas no comércio varejista ampliado recuam 0,2% em Alagoas

O volume de vendas do comércio varejista ampliado, que integra também as atividades de veículos, motos, partes e peças e de material de construção, registrou uma queda de 0,2% em Alagoas no mês de setembro. Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, o crescimento foi de 12,6%.

No acumulado do ano, o comércio varejista ampliado sofreu redução (-3,5%) e, nos últimos 12 meses, a queda observada é menor (-1,8%).

Ascom/ IBGE

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2020 Todos os direitos reservados.