Hospital Regional do Alto Sertão completa um ano de funcionamento

Por Suely Melo/ Sesau | 22 de junho de 2022 às 2:00

O Hospital Regional do Alto Sertão (HRAS), localizado no município de Delmiro Gouveia, completa um ano de funcionamento nesta terça-feira (21), com mais de 10 mil atendimentos à população sertaneja. Desde sua abertura, o HRAS se consolidou como unidade de referência na região para atendimentos exclusivos de casos de Covid-19, mas, em março deste ano, mudou seu perfil assistencial e passou a funcionar como porta aberta para urgência e emergência.

Ao todo, foram realizados 10.333 atendimentos na unidade e 134.266 exames entre Raios-X, tomografias, exames laboratoriais, ultrassonografias e ecocardiogramas. Além disso, o HRAS realizou 372 cirurgias entre apendicites, laparotomias, partos cesarianos, pequenas cirurgias e cirurgias ortopédicas.

O HRAS beneficia uma população de aproximadamente 161 mil pessoas, distribuídas por sete municípios que integram a X Região de Saúde. Além de Delmiro Gouveia, onde está localizada, a unidade atende a população de Inhapi, Pariconha, Água Branca, Mata Grande, Olho D’Água do Casado e Piranhas.

INVESTIMENTO E ESTRUTURA

O HRAS foi inaugurado pelo Governo de Alagoas no dia 21 de junho do ano passado. Foram investidos cerca de R$ 35 milhões na construção do equipamento de saúde. Desde sua abertura, o Hospital Regional do Alto Sertão se consolidou como unidade de referência na região para atendimentos exclusivos de casos de Covid-19, disponibilizando 10 leitos de UTI e 50 leitos clínicos.

Com a mudança de perfil, o HRAS passou a ser porta de entrada para os casos de urgência e emergência, com a realização de procedimentos especiais invasivos e de emergência de Alta Complexidade a partir de março deste ano. A estrutura conta com centro cirúrgico com quatro salas para cirurgias de grande, médio e pequeno porte, além de uma sala exclusiva para partos cirúrgicos.

O setor de internação tem capacidade para 123 leitos. O hospital conta com o número total de 153 leitos, levando em conta 30 leitos transitórios de observação. Na unidade, são oferecidos serviços de ortopedia, nefrologia, cardiologia, urologia, cirurgia geral e obstetrícia, além de exames por imagem.

A unidade possui estrutura para realizar, mensalmente, sete mil exames de diagnóstico complementar. Para isso, são disponibilizados exames de tomografia computadorizada, ultrassonografia, ecocardiograma, eletrocardiograma, raios-x e mamografia.

Deixe aqui seu Comentário

Radar notícias © 2014 - 2022 Todos os direitos reservados.