Fotos: Idoso de 62 anos é morto a tiros pelo próprio genro em Água Branca

Antônio Conceição da Silva “Boião”, 37, já tinha sido preso acusado de assassinar um idoso a facadas na mesma cidade.

Por Ítallo Timóteo | 19 de fevereiro de 2015 às 7:14

José Manoel de Araújo de 62 anos, foi assassinado com um tiro no peito. Crédito: Ítallo Timóteo
José Manoel de Araújo de 62 anos, foi assassinado com um tiro no peito. Crédito: Ítallo Timóteo

Um crime bárbaro deixou a população da pacata cidade de Água Branca assustada na noite desta “quarta-feira feira de cinzas” (18), por volta das 20h, na Rua Padre Epifânio Moura, próximo ao Hospital no centro da cidade. José Manoel de Araújo de 62 anos foi assassinado pelo seu próprio genro identificado como Antônio Conceição da Silva, 37, com um tiro no peito.

 

De acordo com as primeiras informações apuradas pela Equipe da Delegacia Regional de Polícia (1ª-DRP) de Delmiro Gouveia, o agricultor Antônio que é conhecido na cidade como “Boião” teria chegado drogado na residência do seu sogro e perguntado se o seu filho estava, revoltado por não ter encontrado o herdeiro, o homem ainda de forma desconhecida teria sacado uma arma e atirado no peito do ancião, que estava sentado em uma cadeira em frente ao seu imóvel.

 

Após efetuar o tiro o criminoso fugiu em uma motocicleta não identificada. Uma guarnição da Polícia Militar foi acionada, mas ao chegar ao local encontrou José Manoel sem vida.

 

 

 

Antônio Conceição da Silva “Boião”, 37, está foragido.
Antônio Conceição da Silva “Boião”, 37, está foragido.

A reportagem do portal Radar 89 apurou que “Boião” estava desde domingo (15), a procura da sua companheira, pois segundo informações de testemunhas ele queria matar a sua mulher e seus filhos, por não ter encontrado eles, o criminoso decidiu matar o seu sogro.

 

A Polícia Civil junto com a Polícia Militar realizou buscas na casa de “Boião”, mas o mesmo já tinha se evadido, os policiais contaram a nossa reportagem que estava tudo revirado no interior da residência e molhada de gasolina, o que levantou a hipótese dos policiais de que o acusado teria tentando incendiar a casa que fica próxima a residência em que o seu sogro morava.

 

Na residência os policiais encontram fotos e descobriram que “Boião” já tinha passagens pela polícia pelo mesmo crime, ele foi preso após assassinar um idoso a facadas, à época o mesmo ficou oito anos a disposição da justiça.

 

O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para remoção do corpo, o caso será investigado pelo delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti. Se alguém tiver informações que possa ajudar a encontrar o criminoso denuncie através do disque denúncia (181) ou pelo seguinte telefone (82) 3641-5368 seu anonimato será garantido.

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2020 Todos os direitos reservados.