CRB vence o São Bento fora de casa e entra no G4 da Série B

 

O CRB conseguiu uma importante vitória fora de casa pelo Campeonato Brasileiro da Série B. Nesta sexta-feira (31) o “Galo” foi até Sorocaba enfrentar o São Bento, construiu boa vantagem na primeira etapa, sofreu pressão no segundo tempo, mas garantiu a vitória por 2 a 1.

 

O triunfo levou o CRB aos 10 pontos, figurando na terceira posição de forma provisória e terá de torcer por tropeços de adversários para continuar no posto. Na próxima rodada o time alagoano jogará em casa diante do América Mineiro no Estádio Rei Pelé.

 

O JOGO

A bola rolou em Sorocaba e os primeiros minutos foram marcados pelo estudo e o equilíbrio entre as equipes. São Bento e CRB não se arriscavam e a partida tinha um ritmo lento no seu começo.

 

Se a partida parecia devagar, no primeiro ataque de perigo saiu o gol. Aos 18 minutos, escanteio para o CRB, Ferrugem cobrou e achou Victor Ramos na área, que desviou para o fundo das redes. CRB 1 a 0.

 

Não atacar nos primeiros minutos parecia uma estratégia do CRB para esperar a postura do rival. Depois de abrir o placar, o “Galo” seguiu em cima e ampliou o marcador. Jogada rápida do ataque regatiano, Alisson Farias cruzou na área e Léo Ceará empurrou para o gol. 2 a 0.

 

A melhor chance do São Bento só veio depois dos 30 minutos. Cruzamento na área que chegou no experiente Alecssandro, que testou e exigiu uma grande defesa do goleiro Edson Mardden, que mandou para escanteio.

 

O time da casa tinha sérias dificuldades na criação de jogadas e até tentou pressionar na reta final do primeiro tempo, com oportunidades criadas por Minho e Wesley, mas o placar se manteve em 2 a 0 para a equipe alagoana.

 

Veio a segunda etapa e o time paulista veio aceso, buscando diminuir o prejuízo do primeiro tempo. Aos 8 minutos, Alecsandro foi lançado, ganhou da defesa e bateu para o gol, descontando.

 

A situação porém, não ficaria melhor para o São Bento. Isso porque, com menos de 20 minutos, Minho parou contra-ataque do CRB, recebeu o segundo amarelo e deixando o campo mais cedo, expulso.

 

O CRB por sua vez, preferia não atacar o São Bento de qualquer jeito. Assim, o time do técnico Marcelo Chamusca era estratégico, administrava  o resultado e gastava o tempo em Sorocava.

Flamengo começa a encher “mochilão”, ouve “sim” de Rafinha e acerta com lateral por dois anos

 

O “mochilão” da diretoria do Flamengo pela Europa começa a render frutos, e a bagagem, aos poucos, vai ficando mais pesada. Nesta segunda, o Flamengo ouviu o “sim” de Rafinha. O lateral decidiu retornar ao Brasil, aceitou a proposta rubro-negra e vai reforçar o Rubro-Negro no segundo semestre.

 

Após 13 temporadas na Europa, Rafinha está de volta ao Brasil e vai assinar contrato de dois anos com o Flamengo. O lateral, de 33 anos, estava desde 2011 no Bayern de Munique, onde conquistou inúmeros títulos, entre eles a Champions League e o Mundial de Clubes, em 2013.

 

Desde fevereiro Rafinha deu a palavra ao Flamengo: se voltasse ao Brasil, a Gávea seria o destino. No entanto, em fim de contrato com o Bayern de Munique, recebeu ofertas de grandes clubes europeus, como a Inter de Milão, por exemplo.

 

Em passagem pela Alemanha, a direção do Flamengo se reuniu com o jogador, reforçou o projeto e superou a concorrência. A presença in loconas negociações foi decisiva. Marcos Braz e Bruno Spindell desembarcaram no dia 10 de maio na Europa.

 

O segundo já retornou ao Brasil. No momento, apenas o vice de futebol segue tocando o barco para encher o “mochilão”, termo adotado por Luiz Eduardo Baptista (BAP), vice de Relações Externas, ao se referir à viagem da dupla em busca de reforços.

 

Rafinha é o primeiro reforço de peso para o segundo semestre, mas não será surpresa se outros nomes pintarem na Gávea em breve. O Flamengo já teve reuniões com Filipe Luis e aguarda uma resposta do lateral do Atlético de Madrid. O Rubro-Negro ainda busca um zagueiro na Europa.

 

Rafinha chega à Gávea para ser o dono da lateral-direita, posição que Pará e Rodinei alternam a titularidade há anos. O segundo foi procurado por alguns clubes brasileiros e provavelmente não emplaca o segundo semestre no Rio de Janeiro.

 

A longo prazo, o Flamengo investiu recentemente em jovens para o setor: Matheusinho, 18 anos, veio do Londrina; João Lucas, 21 anos, chegou do Bangu após fazer um bom Campeonato Carioca.

 

Presidente do CSA pede licença e se afasta por 90 dias do clube

Rafael Tenório disse que teve até que desligar o telefone nessa terça-feira — Foto: Denison Roma/GloboEsporte.com

 

O presidente do CSA, Rafael Tenório disse que vai se licenciar do cargo. A venda do mando de campo do jogo com o Flamengo foi a gota d’água para a decisão.

 

– Estou me afastando da presidência do clube por um período de 90 dias. Já assinei a carta de afastamento e estou entregando ao presidente do Conselho Deliberativo, Raimundo Tavares. O motivo foi a repercussão por conta da venda do mando de campo [do jogo contra o Flamengo]. Vou parar, cuidar das minhas empresas e refletir sobre o meu futuro no CSA.

 

O dirigente explicou como fica a condução do CSA com a sua saída.

 

– Com o meu afastamento, quem assume o comando do clube é o vice-presidente, Omar Coelho.

 

Nessa terça-feira, o CSA confirmou a venda do campo de campo da partida contra o Flamengo, pela 9ª rodada do Brasileiro. A informação repercutiu entre os torcedores azulinos e causou muitos protestos nas redes sociais. Tenório até bloqueou os comentários de sua conta no Instagram.

 

O jogo que causou toda polêmica, marcado para o dia 12 de junho, será no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Os valores do negócio giram entre R$ 1,2 milhão e R$ 1,5 milhão.

 

Bryan e Ygor Nogueira são os novos reforços do Galo para a Série B

O Galo fechou com mais dois reforços para a disputa da Série B

 

O Galo fechou com mais dois reforços para a disputa da Série B: Bryan, lateral-esquerdo, e Ygor Nogueira, zagueiro. São dois atletas com grandes passagens em grandes clubes do País e que já realizaram grandes campanhas no Campeonato Brasileiro.

 

O mais novo lateral-esquerdo, Bryan, tem 27 anos e chega em Maceió para se juntar ao elenco no dia 15 deste mês. O atleta ainda tem contrato com o Cruzeiro e, por isso, só vai se apresentar na noite da próxima quinta-feira. Rápido, técnico e com muita capacidade no apoio ao ataque, Bryan já demonstrava essas qualidades quando começou sua carreira no América-MG. Já vestiu camisas importantes do nosso futebol, como Cruzeiro, Ponte Preta, Portuguesa e mais recentemente estava no Vitória.

 

Revelado pelo Fluminense, o zagueiro Ygor Nogueira, sempre se destacou pela vitalidade e raça com quem disputava cada jogada. Dono de 1,87m de altura, é muito forte na bola área e foi um dos pilares da defesa do Figueirense na temporada passada. Além de se impor no sistema defensivo, Nogueira ataca bem na bola parada ofensiva e marcou cinco gols com pelo Figueirense em 2018. O novo reforço regatiano chega em Maceió nesta sexta-feira. 

Atleta alagoano realiza vaquinha para representar o país nos jogos pan-americanos da Guatemala

Aqueles que desejam ajudá-lo podem contribuir com qualquer valor pelo site 

Instagram/Wanderson Lima

 

O atleta alagoano Wanderson Messias da Silva Lima – Bicampeão Brasileiro de Wrestling (luta livre) –  foi selecionado para representar o Brasil nos jogos pan-americanos na Guatemala. Contudo, o atleta enfrenta dificuldades para custear as despesas da viagem e por conta disto resolveu, junto com amigos, realizar uma vaquinha online com o intuito de arrecadar dinheiro.

 

O jovem, de Marechal Deodoro, faz parte do projeto social “Brutus” e treina todos os dias a fim de conquistar novos títulos. “Este ano, consegui me consagrar bicampeão brasileiro de Luta Olímpica, no estilo greco-romana, garantindo mais uma vez minha vaga na seleção brasileira e também  vaga no pan-americano que vai acontecer na Guatemala. Vai ser uma competição um pouco mais difícil por se tratar de uma competição internacional, mas estamos treinando duro para conseguir este resultado. Se Deus quiser, este ano será meu ano”, disse o atleta em uma entrevista ao site Marechal Notícias.

 

Como não possui patrocinador, Wanderson Lima precisa arrecadar a quantia de R$6 mil para bancar todas as despesas da competição, que acontece entre os dias 2 e 10 de junho.

 

Aqueles que desejam ajudá-lo podem contribuir com qualquer valor pelo site https://www.vakinha.com.br/vaquinha/519029.

Real Alagoas muda cor da marca pela primeira vez para transportar CSA

A Real agradece a confiança do clube alagoano pela parceria na primeira rodada do Brasileirão.

Sinturb

 

“A Real é o azulão na Série A” – A tradicional marca vermelha mudou pela primeira vez neste sábado (27), para a empresa Real Alagoas transportar a delegação do Centro Esportivo Alagoano para o estado do Pernambuco, lá os eles embarcam pra fortaleza, onde o time enfrenta no domingo o Ceará. A mudança tem um motivo especial, homenagear o time alagoano e incentiva-lo ainda mais na competição da elite do futebol brasileiro, a série A.

 

A marca da empresa nunca havia sido mudada em 45 anos de atuação em Alagoas. “Nós aproveitamos a oportunidade para homenagear o time e agradecer a confiança por terem nos escolhido para fazer parte da história do clube. Nada mais justo que fazer uma mudança que respeite as cores do clube e leve mais ânimo aos jogadores e torcedores.”, disse Francisco Pina, representante da Real Alagoas.

 

A Real agradece a confiança do clube alagoano pela parceria na primeira rodada do Brasileirão.

CSA informa que arquibancada baixa para torcida do Palmeiras está esgotada

A venda dos bilhetes começou na última segunda-feira

Divulgação / CSA

 

O CSA informou na manhã desta quarta-feira (24) que estão esgotados os ingressos para o setor de arquibancada baixa destinado aos torcedores do Palmeiras. Ainda há ingressos para a arquibancada alta para a torcida do Verdão. Segundo a diretoria azulina, os ingressos para arquibancada baixa visitante correspondem a mil unidades.

 

A venda dos bilhetes começou na última segunda-feira. Os preços dos ingressos foram definidos em R$ 50 arquibancada baixa, R$ 80 arquibancada alta e R$ 200 as cadeiras especiais. Os valores são promocionais de meia-entrada. Os pontos de venda são os seguintes: Loja do Azulão, Via Esportiva, Loja Grande Torcedor, Sócio Torcedor CSA, Hering Parque Shopping e Poly Sport (Maceió Shopping e Centro). Vendas online pelo site (fanpass.com.br).

 

A primeira partida do CSA como mandante nesta Série A do Brasileirão será com o Palmeiras na próxima no feriado do trabalhador, dia 1º de maio, às 16h, no Rei Pelé, em Maceió, na segunda rodada. Antes disso, o Azulão estreia contra o Ceará no domingo (28), às 16h, na Arena Castelão, em Fortaleza.

CSA domina seleção do Campeonato Alagoano 2019

Campeão estadual em 2018 e 2019, o CSA voltou a conquistar o bicampeonato

 

O Azulão teve sete jogadores na seleção do Campeonato Alagoano 2019. O comandante Marcelo Cabo foi eleito o melhor técnico da competição. Didira levou o prêmio de craque do estadual. O jovem meia Victor Paraíba ganhou como revelação do campeonato.

 

O goleiro João Carlos, o lateral Apodi, os zagueiros Gerson e Luciano Castan, o volante Dawhan, o meia Didira e o atacante Patrick Fabiano foram os escolhidos do Maior de Alagoas entre os 11 jogadores.

 

Campeão estadual em 2018 e 2019, o CSA voltou a conquistar o bicampeonato, o que não acontecia desde a década de 90, quando o Azulão ficou com o título em 1996, 1997, 1998 e 1999.

 

Depois da folga nessa segunda-feira (22), o elenco azulino volta aos trabalhos nesta terça já visando o compromisso contra o Ceará, em Fortaleza, pela rodada de abertura do Campeonato Brasileiro da Série A.

 

Melhores do Alagoano 2019

João Carlos (CSA) – goleiro

Apodi (CSA) – lateral direito

Hugo (Jaciobá)- lateral esquerdo

Castan e Gerson, ambos do CSA – zagueiros

Dawan (CSA) e Ferrugem (CRB) – volantes

Didira (CSA) e Felipe Menezes (CRB) – meias

Alexandre (Jaciobá) e Patrick Fabiano (CSA) – atacantes

Técnico – Marcelo Cabo (CSA)

Revelação Vitor Paraíba (CSA)

Alef Manga (Coruripe) – gol mais bonito

Didira (CSA) – craque da galera e craque do campeonato também.

João Carlos brilha nos pênaltis, CSA vence o CRB e conquista o bicampeonato Alagoano

Com o título, o Azulão garantiu vagas na Copa do Brasil e na fase de grupos da Copa do Nordeste 2020.


Foto: Pei Fon/ Portal TNH1

 

O CSA é o campeão Alagoano 2019. Após vencer por 1 a 0 no tempo normal, com gol de Hugo Sanches, o CRB fez valer o regulamento e levou a decisão do Estadual para os pênaltis. Nas penalidades, brilhou a estrela do goleiro João Carlos, que defendeu duas cobranças e ajudou o Azulão a conquistar o bicampeonato. Luciano Castan anotou o último gol na cobrança e sacramentou o placar de 4 a 2. Esse é o 39º título alagoano do CSA. O TNH1, a TV Pajuçara e a Rádio Pajuçara FM Maceió – 103,7 acompanharam todos os detalhes do Clássico das Multidões.

 

Com o título, o Azulão garantiu vagas na Copa do Brasil e na fase de grupos da Copa do Nordeste 2020. O CRB também ficou com uma vaga na Copa do Brasil e vai jogar a pré-Copa do Nordeste.

 

Disposto a reverter o placar do jogo de ida, o CRB jogou em cima desde a etapa inicial. Hugo Sanches começou assustando em bomba para fora. Depois foi a vez de Mattis encher o pé de fora da área e obrigar João Carlos a espalmar. Melhor em campo, o Regatas abriu o placar aos 21′. Júnior bateu no gol pela direita, João Carlos espalmou no meio e Hugo Sanches completou de joelho para o gol, enlouquecendo a torcida regatiana, mandante nesta tarde. O CSA respondeu com Patrick Fabiano aos 33′ e Edson Mardden cresceu na frente do atacante, defendendo no canto. Em seguida, João Carlos voltou a trabalhar em finalização de William Barbio.

 

Na etapa final, o Galo seguiu melhor. Logo aos 3′, Maílson recebeu passe na área e chutou para defesa de João Carlos. Os dois times caíram de rendimento físico ao longo do segundo tempo e aumentaram a adrenalina na decisão. Gerson, Maílson e Victor Rangel tentaram, mas não acertaram no gol. Já no fim, Carlinhos bateu cruzado e Edson Mardden segurou. Nos acréscimos, Zé Carlos teve grande chance de cabeça, mas parou em defesa providencial de João Carlos, que levou a final para os pênaltis.

 

O CSA iniciou as cobranças das penalidades. Matheus Sávio abriu o placar cobrando no meio. João Carlos cresceu na decisão e defendeu a batida de João Paulo. Carlinhos bateu no meio de novo e ampliou o placar. Lucas cobrou no lado direito e João Carlos pegou a segunda. Rafinha seguiu chutando no meio e Edson Mardden tirou com o pé. Victor Rangel bateu bem e anotou o primeiro do Galo. Dawhan escolheu o lado direito e fez o terceiro do CSA. Guilherme Mattis converteu a dele ao mandar uma pancada no alto direito. E Luciano Castan soltou a bomba no alto para sacramentar a vitória por 4 a 2 nos pênaltis e a conquista do bicampeonato do CSA.

Ex-CRB e CSA, Valdiram é encontrado morto em São Paulo

Vivendo na rua há dois anos, o ex-jogador foi morto a pauladas neste sábado em São Paulo

Crédito: Internet

 

Valdiram, ex-atacante do Vasco e artilheiro da Copa do Brasil de 2006, conheceu a derrota definitiva. Vivendo na rua há dois anos, o ex-jogador foi morto a pauladas neste sábado em São Paulo por outros moradores de rua, na Zona Norte de São Paulo. Em Alagoas, ele atuou por CRB, CSA e Comercial de Viçosa. As informações da morte foram divulgadas pelo Brasil Urgente, da TV Bandeirantes.

 

Valdiram também jogou no futebol português e no Vasco da Gama, onde foi inclusive artilheiro da Copa do Brasil em 2006. Alguns anos depois, atuou no CSA, entre outras equipes do futebol brasileiro.

 

Com mais polêmicas do que partidas boas, Valdiram ganhou fama pela artilharia na Copa do Brasil em 2006 com a camisa do Vasco. Depois rodou o Brasil, sempre colecionando polêmicas. Foi acusado de estupro, agressão a uma mulher, fugas de concentração e faltas a treino. Durante sua passagem pelo Central, foi dispensado por promover uma festa e andar nu pela concentração.

 

Quando atuava pelo Comercial-AL o jogador foi encontrado numa boca de fumo, na cidade de Viçosa. Pessoas próximas a ele, e que foram até o local, afirmaram que seu estado era lamentável. Muitas latas para consumir drogas, cachimbos e até vela. O pai de Valdiram também foi chamado para levar o filho do local.

 

Dias antes ele já havia se envolvido numa confusão. Ele roubou o celular Iphone de um companheiro e vendeu por R$ 50. Indícios de que já havia voltado a se drogar. Situação que o presidente do clube, Flavius Flaubert não imaginava passar. Ele até elogiou o comportamento do ex-vascaino dentro do grupo.

 

Foi preso três vezes, numa delas por tentativa de estupro. Em 2011 e 2012 precisou ser internado numa clinica de reabilitação. Virou evangélico e teve a chance de voltar a jogar no primeiro semestre de 2013, pelo Bonsucesso, do Campeonato Carioca.

 

Sem chances no futebol e na vida, Valdiram passou a morar na rua. Ano passado, ele viveu embaixo da marquise de um supermercado em Bonsucesso, no Rio de Janeiro, antes de receber sua última chance. Resgatado pelo Vasco e levado para tratamento em uma clínica de reabilitação. Recebeu oportunidade no Olaria, mas deixou o clube após pedir dinheiro para ir à farmácia e voltar após uma semana.

 

O último ato de ajuda feita por amigos foi o dinheiro para uma passagem de ônibus para São Paulo, onde Valdiram encontraria a irmã. Isto em julho de 2018. De lá pra cá, ele viveu nas ruas da capital paulistana e não teve um final feliz.

 

DESCOBERTO POR ROBERVAL DAVINO NO CRB
Nascido no interior de Pernambuco e com raro talento, Valdiram dos Santos da Silva foi descoberto pelo treinador Roberval Davino no CRB-AL e depois jogou em equipes como Mirassol e Anápolis-GO, até chegar ao futebol de Portugal. Na volta ao Brasil, Valdiram destacou-se no Esportivo-RS e teve seu melhor momento ao vestir a camisa do Vasco entre 2006 e 2008 formando dupla de ataque com Romário, tendo sido o artilheiro da Copa do Brasil de 2006.

 

Com inúmeros problemas disciplinares, Valdiram foi dispensado pelo Vasco e ainda teve chance de retomar a carreira no CSA-AL e Ituano, mas o vício em drogas e em bebidas não permitiu que o jogador voltasse a ter destaque.

 

Desacreditado, Valdiram começou a perambular por equipes apenas intermediárias como Itumbiara-GO, Avenida-RS, Goytacaz-RJ, Tupi-RJ, Duque de Caxias-RJ, Bonsucesso-RJ, Comercial de Viçosa-AL, entre outros. Seu último clube foi o Atlântico, em 2017, no interior da Bahia, onde teve uma rápida passagem.