Livro sobre a revisão criminal do processo Delmiro Gouveia será lançado nesta quarta (28)

Por redação com informações da Agência Alagoas | 28 de agosto de 2019 às 0:04

 

Divulgação

Para o professor e pesquisador sobre Delmiro Gouveia, o historiador Edvaldo Nascimento, a obra é um marco.

Com informações da Agência Alagoas

Nesta quarta-feira (28), a história da morte do industrial Delmiro Augusto da Cruz Gouveia ganha um novo capítulo com o lançamento do livro Revisão Criminal no Processo Delmiro Gouveia. A obra, organizada pelos pesquisadores Antonio Aleixo Paes de Albuquerque e Moacir Medeiros de Sant’Ana traz documentos, publicações, fotos e relatos de um dos maiores erros cometidos pelo judiciário brasileiro.

 

Produzido pela Imprensa Oficial Graciliano Ramos, o livro traz prefácio do desembargador aposentado, Antonio Sapucaia da Silva, que em 1968 descobriu a reviravolta do crime, ao entrevistar o principal acusado, Róseo Moraes. À época, o desembargador era jornalista, recém-formado em direito, e teve sua entrevista publicada na Gazeta de Alagoas, Jornal do Comércio, em Recife, e pela revista Cruzeiro.

 

Antonio e Aleixo eram advogados de Róseo Moraes, que confessou o assassinato de um dos maiores empreendedores do país, sob tortura. Após a publicação da entrevista, Sapucaia foi constituído advogado de defesa junto com Antonio Aleixo Paz de Albuquerque, mas deixou o caso em 1971, quando a advocacia se tornou incompatível com o posto de juiz que assumiu naquele ano, no entanto, nunca deixou de acompanhar o caso.

 

Para o professor e pesquisador da vida e sa obra de Delmiro Gouveia, Edvaldo Nascimento, a obra é um marco nas publicações sobre o industrial. “Esse livro traz novas perspectivas sobre a morte de um dos maiores empreendedores do nosso país, que foi Delmiro Augusto da Cruz Gouveia. Ele revolucionou o Sertão de Alagoas, com sua visão empresarial, modificando a vida de milhares de pessoas com suas ideias à frente do tempo, industrializando e profissionalizando a população sertaneja. Essa obra é, sem dúvidas um marco sobre a sua vida”, fala.

 

A publicação desperta interesse de historiadores, estudantes de direito e curiosos do jornalismo alagoano. Documentos e arquivos que deram origem ao material estiveram guardados com a esposa de Antonio Aleixo, por anos, afinal os advogados autores já tinham a intenção de publicar a obra, sonho este, finalmente, realizado.  O livro será lançado no Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas, às 10h.

 

Edvaldo ressalta que está organizando o lançamento do livro no município de Delmiro, que deve acontecer entre setembro e outubro.

Deixe aqui seu Comentário

Radar notícias © 2014 - 2024 Todos os direitos reservados.