Governador alerta municípios por busca ativa a quem não se vacinou: “não podemos deixar ninguém para trás”

Por Luciana Buarque - Secom Alagoas | 18 de julho de 2021 às 17:03

Foto: Márcio Ferreira

Com a nova remessa de 59.500 doses de Astrazeneca, recebida nesta quinta-feira (15), o Governo de Alagoas distribuirá vacinas suficientes para que todos os alagoanos acima de 38 anos sejam imunizados contra a Covid-19. No entanto, apesar de algumas cidades já haverem avançado para outras faixas etárias devido ao não comparecimento de parte da população, se os remanescentes com idades maiores não se vacinarem, a pandemia não será controlada.

O alerta é do governador Renan Filho, que em transmissão ao vivo na manhã de hoje (16) reforçou o apelo aos municípios para que realizem uma busca ativa às pessoas que ainda não foram se vacinar. “Por um lado, vamos avançar. Por outro lado, não vamos deixar ninguém para trás. Cada pessoa que fica para trás amplia a possibilidade de o vírus continuar se replicando na sociedade. A gente precisa levar todo mundo para a vacinação”, afirmou.

O governador aprovou a agilidade dos municípios em fazer as doses chegarem aos alagoanos imediatamente após o recebimento, sem estocar as vacinas. Dessa forma, Alagoas tem se mantido como o terceiro estado do país que mais aplica os imunizantes recebidos.

“Mais de 90% das doses recebidas já foram para o braço das pessoas; não tem sentido estocar. Isso é sinal de que estamos tendo resultado positivo nessa parceria com os municípios. Mas as prefeituras precisam fazer busca ativa, colocar carros de som se for necessário, junto com o Governo do Estado. É fundamental que a gente trabalhe isso juntos, prefeitos, governador, secretários municipais de Saúde e o secretário estadual, para que a gente avance”, apelou o governador.

Renan Filho lembrou que a população também precisa retornar para receber a segunda dose da vacina e, assim, ter a imunização completa.

Além de estar entre os estados que mais vacinam, Alagoas é o que mais entregou hospitais definitivos durante a pandemia – foram quatro inaugurados desde maio de 2020 -, tem o menor número de mortes por Covid do Nordeste e é um dos estados com menos óbitos por 100 mil habitantes no Brasil por coronavírus.

Deixe aqui seu Comentário

Radar notícias © 2014 - 2021 Todos os direitos reservados.