“Diante dos fatos apresentados na denúncia, espero que o TJ julgue dentro da legalidade”, afirma vereador Cacau Correia

Por Redação | 22 de outubro de 2019 às 8:00

Foto: Arquivo pessoal

O vereador por Delmiro Gouveia, Cacau Correia (Podemos), concedeu entrevista ao programa Radar, na Rádio Angiquinho, na tarde desta segunda-feira (21), para falar sobre o pedido de afastamento e prisão do prefeito do município, Eraldo Joaquim Cordeiro, conhecido popularmente como Padre Eraldo (PSD).

Cacau afirmou que desde o início da gestão recebeu denúncias de irregularidades. “Isso era nos seis primeiros meses de governo, quando denúncias me chegaram de que estavam ocorrendo algumas irregularidades no município. Foi quando decidi me afastar do governo e coloquei o caso na Câmara”, disse.

Sobre o pedido de afastamento e prisão do prefeito, o vereador falou que acredita na independência do Judiciário brasileiro. “Esse órgão tem dado respostas significativas ao povo. Se o MPE convenceu que existe uma organização criminosa em nosso município, a decisão vai ser acatada. Diante dos fatos apresentados na denúncia, espero que o TJ julgue dentro da legalidade”, explanou.

Ainda de acordo com o edil, o desejo dele era de ter visto uma gestão diferente. “Eu não queria que chegasse a esse ponto. Fizemos uma campanha bonita, de muita batalha, mas infelizmente chegamos a isso”, acrescentou.

O vereador também disse que o papel de um homem público é trazer soluções e melhorias para a vida das pessoas. “Alguns me taxam de querer ser santinho, agora, e não me sinto como um tal, tenho minhas falhas, mas uma coisa é certa, na minha vida pública sempre primei pela transparência e desde 2017 alertei a todos do que poderia acontecer em nosso município. Nesse quesito, estou de mente tranquila”, abordou.

Sobre as eleições do ano que vem, Cacau Correia afirmou que independente do pleito, o desejo dele era que fosse feito um bom governo. “Independente de quem vença o próximo pleito, eu queria que tivéssemos feito um bom governo, porém, com tudo isso que vem ocorrendo, o município parado por três anos, é um retrocesso significativo”, enfatizou.

Cacau explanou que no atual governo, não existe nenhuma obra significativa. “Pode observar. Algumas das obras entregues foram iniciativas ou do governo estadual ou do federal. E essas ações vieram antes desta administração. Se depois de três anos, você ao menos não terminasse essas obras, seria muita incompetência”, reiterou.

Perguntando se o prefeito Eraldo Cordeiro é um lobo vestido em pele de cordeiro, Cacau foi enfático. “Não tenho dúvida disso. Ele chega, lhe alisa, abraça e por trás apunha-la. Meu julgamento dele, enquanto homem público é esse”, disparou.

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2021 Todos os direitos reservados.