Enquete Radar: 74% é a favor do afastamento das autoridades de Delmiro Gouveia

Por Emerson Emídio | 17 de dezembro de 2019 às 1:00

Foto: Divulgação

Uma enquete realizada pelo portal Radar Notícias com os leitores revelou que a grande maioria deseja que o Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) afaste o prefeito da cidade, Eraldo Joaquim Cordeiro (PSD) e os vereadores Ezequiel de Carvalho (PSB), presidente da Câmara; Fabíola Marques (PSL); Raimundo Valter (Casa Grande) (PPS); George Júnior Lisboa (MDB), Francisco de Assis (Kinho) (PRP) e Marcos Costa (MDB).

Eles são acusados pelo procurador-geral do Ministério Público Estadual (MPE/AL) , Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, de desvio de verba pública na casa de milhões de reais.

Com a pergunta – Você é a favor do afastamento das autoridades de Delmiro Gouveia?, os leitores tiveram o período de 14 dias para votação. O resultado demonstra insatisfação por parte dos participantes, ou seja, 74% votaram na opção sim. Já 24% disseram não.

Relembre o caso

O MPE esteve no município em 15 de março, com mandado de busca e apreensão de documentos na sede da prefeitura e Secretarias. Após seis meses de investigação, a ação penal foi solicitada no dia 26 de setembro, através do procurador-geral do Ministério Público Estadual (MPE), Alfredo Gaspar de Mendonça Neto.
Após passar pelas mãos de vários desembargadores, a denúncia foi julgada por Washington Luiz. O Desembargador, por sua vez, afirmou que vai apreciar o pedido de afastamento dos envolvidos após ouvir os citados. “Deixo para apreciar a sua necessidade após a oferta das respostas e caso estejam presentes os requisitos legais. Isso porque, tratando-se de cargos eletivos, a intervenção do Judiciário nos demais poderes deve ser restrita às hipóteses absolutamente necessárias, sob pena de violação aos princípios da separação dos poderes e da soberania popular. Posto isso, após o oferecimento das respostas e constatado o risco de os denunciados praticarem novos crimes em decorrência dos cargos que ocupam, será possível a análise da medida”, relata.

 

O Desembargador também informou que com a gravidade das denúncias ofertadas pelo MPE, caso haja o afastamento do prefeito e dos seis vereadores citados, haverá um caos político no município.

Com relação a medida cautelar estabelecida no inciso VI do supracitado dispositivo, diante da sua gravidade e considerando que o afastamento do prefeito juntamente de mais cinco vereadores, dentre os quais o presidente e a 1ª Vice-presidente da Câmara Municipal, gerará uma grande ruptura política no município de Delmiro Gouveia.

Vale ressaltar que os envolvidos continuam a ser investigados pelo TJ. Após ouvir as partes envolvidas, o Desembargador Washigton Luiz deve emitir parecer sobre o caso.

 

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2020 Todos os direitos reservados.