Paulo Afonso: secretário de Saúde fala sobre município ser referência na região no tratamento do coronavírus

Por Assessoria de Comunicação | 15 de abril de 2020 às 16:00

Foto: Ascom

O Secretário Municipal de Saúde, Ghiarone Garibalde, fez uma avaliação sobre a recente fala do governador Rui Costa que destacou que Paulo Afonso seria um pólo da região no tratamento do coronavírus (Covid-19).  Ele falou sobre as estruturas montadas no Hospital Nair Alves de Souza e na Unidade de Pronto Atendimento (Upa), com capacidade para 30 leitos de UTI, além de 100 leitos na ala da enfermaria. 

“Infelizmente algumas pessoas ainda não perceberam a dimensão desse ato do governador e de toda a estrutura que estamos montando aqui em Paulo Afonso. É necessário salientar para toda a população que o município de certa forma se preparou para o momento que seria inevitável a chegada do coronavírus, a Covid-19. Montamos um plano de contingência, montamos barreiras sanitárias, formamos o Sistema de Comando de Incidentes (SCI) instalado no Ginásio Luis Eduardo Magalhães, onde concentramos nossas ações, além da participação da comunidade que em sua maioria atende nossas orientações. Seguindo em frente com o nosso planejamento tomamos como base equipar a Unidade de Pronto Atendimento (Upa) que estava com a estrutura pronta e estamos transformando-a em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid-19, sendo uma área isolada, bem como o primeiro andar do Hospital Nair Alves de Souza (HNAS) que foi encampado pela prefeitura, além de um centro cirúrgico. É necessário que a população entenda que pela dimensão desse nosso projeto e com o apoio do governo do estado, nós não tínhamos noção que seríamos uma referência em tratamento da Covid. Obviamente o governo estadual precisa nos disponibilizar os equipamentos necessários. Veja, muitos dos nossos pauloafonsinos precisaram ser atendidos em outros centros por tantas outras questões de saúde com a ajuda do governo do estado e da federação, se as nossas unidades estiverem estruturada nós temos que ter orgulho de sermos uma referência”.

Tranquilizando a população pauloafonsina o secretário falou – “não queremos expor os nossos munícipes, temos uma linha de frente para desinfetar as ruas e o centro comercial, o nosso controle nas barreiras sanitárias vai aumentar, estamos recebendo uma série de insumos para nos permitir fazer um diagnóstico mais preciso, tudo isso a administração do prefeito Luiz de Deus nos proporcionou. Então, vejo que sermos um ponto de referência para as cidades da nossa região baiana e de outros municípios de estados que fazem fronteiras conosco, mostra que nosso plano de contingência tem surtido efeito, pois não temos nenhum caso registrado aqui no município, destacando que todo caso que consideramos suspeito a gente testa e acompanha”.

Ele reforçou que com as unidades de saúde equipadas, Paulo Afonso não pode recusar pacientes. “Estando com a estrutura montada de forma segura, nós não podemos rejeitar pacientes de lugar nenhum. Todos os nossos profissionais de saúde estão imbuídos com muita dedicação. Vamos intensificar ainda mais nossas ações para que possamos minimizar ao máximo esses transtornos causados pela doença”.

O procedimento da entrada de possíveis pacientes com coronavírus em Paulo Afonso foi explicado pelo secretário. “Com relação a possíveis pessoas com coronavírus que venham de outros centros para serem tratadas em Paulo Afonso, quero reforçar que teremos toda uma preparação para que esse paciente chegue até a Upa. Nada será feito de forma aleatória, temos uma estratégia montada para isso. Antes de entrar em Paulo Afonso faremos uma triagem numa base avançada com este paciente. Dentro do perímetro do nosso município nós é que vamos transportá-lo até chegar a Unidade de Pronto Atendimento com nossas ambulâncias desinfectadas e nossos profissionais com os equipamentos de proteção individual, assim diminuindo consideravelmente os riscos. Peço a população que confiem no trabalho que vem sendo realizado pela administração do prefeito Luiz de Deus e pelos profissionais e parceiros da Secretaria Municipal de Saúde”.

Com relação a abertura do setor lojista das 14h às 18h, de segunda a sexta-feira, ele enfatizou:  “Estamos pedindo aos empresários e gerentes de agências bancárias que façam um melhor atendimento aos seus clientes, pois alguns locais às vezes se torna difícil de não ter aglomerações. Flexibilizamos a abertura do setor lojista por um tempo determinado para o recebimento de pagamento com duas pessoas sendo atendidas por vez, visando evitar aglomerações. Nossa fiscalização está agindo em todos os locais da cidade e sendo rigorosa nas abordagens, se precisar vamos aplicar as multas necessárias, além de tomarmos outras providências mais severas”.

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2021 Todos os direitos reservados.