Prefeita de Água Branca é acusada de beneficiar seus eleitores com entrega de água

Por | 12 de abril de 2015 às 14:00

imagemOs problemas de distribuição de água vão de encontro à administração da prefeita Albaní Sandes (PMDB) em Água Branca, no alto Sertão alagoano, e que passa por uma grave seca.

 

Moradores informaram que o município está entregando água apenas aos moradores que votaram na prefeita. Os vereadores entrevistados pela reportagem da Tribuna Independente confirmam que estão recebendo denúncias de diversos moradores, sobretudo da zona rural, que não estão recebendo água.

 

O vereador Lucas Torres comentou que já pagou do próprio bolso carro-pipa para algumas famílias da região.

 

“Eu não tenho como pagar todo mês, mas sempre que posso vou ajudando aqueles que me procuram”, garantiu o vereador.

 

Segundo ele, isso vem acontecendo desde o início da gestão da prefeita.

 

“Eu estou vereador há dois anos e todo esse tempo sempre escuto que os moradores que não votaram nela não estão recebendo água”, denunciou.

 

Segundo Lucas, a água que chega nos caminhões abastece as caixas d’água particulares, que acaba por não sendo distribuída para todos.

 

“Quem recebe a água não distribui para o restante da comunidade. O certo seria que essa água fosse colocada na caixa coletiva para que todos daquela região tivessem água em suas casas”, argumentou.

 

O vereador disse que já procurou a prefeita para pedir explicações, contudo, ela alega que a distribuição está sendo feita conforme o cadastro que ela possui.

 

Diante da irregularidade na distribuição da água,  Lucas afirmou que irá se reunir com os demais vereadores da oposição para pedir providências a prefeita.

 

Denúncia

 

Vereadores devem denunciar Albaní Sandes

 

A vereadora Graça da Farmácia, que também faz parte da oposição no município de Água Branca comenta que a atual gestora já pratica essa distribuição aos seus eleitores desde quando assumiu a prefeitura.

 

“Isso acontece desde sempre. As pessoas que não votaram nela não recebem água”, comentou.

 

Ela disse que cada morador que a procura, ela orienta que não desista e que procure a prefeita para receber água em suas casas.

 

“Aqui tudo é difícil, principalmente para quem faz oposição, mas, eu sempre digo aos que me procuram que cobrem porque eles têm direito a receber água”, argumentou a vereadora.

Como a população é muito carente, eu mesmo já paguei do meu bolso carro-pipa para ajudar duas famílias, mas, não há como ajudar sempre.

 

“Aqui eu vivo gastando o meu salário com caridade para ajudar a população. É obrigação da prefeitura fazer essa distribuição para toda população”, reclamou a vereadora.

 

Graça da Farmácia disse que se a oposição decidir denunciar a prefeita, ela garante que o fará.

 

“Eu mesma vou falar com os outros vereadores depois da sessão, mas, sei que aqui  nada vai pra frente. É como dar murro em ponta de faca”, lamentou a vereadora.

 

De acordo com ela, o Tribunal de Contas do Estado já esteve visitando a prefeitura, detectou diversas irregularidades, mas até o momento nada foi feito.

 

“A gente até perde a confiança, mas também não posso passar a mão na cabeça da prefeita se as coisas estão sendo feita de forma errada”, criticou a vereadora.

 

Tentamos contato com a prefeita Albaní Sandes, mas  ela não foi encontrada.

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2020 Todos os direitos reservados.