Vereador Pedro Freire acusa padre de (extorquir) dinheiro dos fiéis durante sessão em Água Branca

Fato ocorreu na última sessão ordinária de 2015 realizada no auditório da Secretária Municipal de Educação.

Por Edson Alves | 23 de dezembro de 2015 às 16:40

Padre Delorizano.
Padre Delorizano.

Ainda durante a entrega dos títulos de cidadão Água-branquense para o Padre Rosevaldo Caldeira e Luciene de Melo Brandão na noite da última sexta feira (18), o vereador Pedro Freire fez o uso da palavra e acusou duramente o atual pároco do município o padre Delorizano Marques da Rocha de extorquir dinheiro dos fiéis em seus trabalhos na paroquia de Água Branca.

 

Segundo Freire, durante as gestões dos padres Rosevaldo e Sebastião Alves (já falecido), não havia esse tipo de problema por que ambos trabalhavam em prol da comunidade sem cobrar nenhum valor e pediu a volta de Rosevaldo para a paróquia.

 

Disse ainda que, após a chegada do padre atual, milhares de fiéis revoltados abandonaram o catolicismo para seguir ao evangelismo e frisou:

 

“Na época do senhor (Rosevaldo), só existia uma Assembleia de Deus. Hoje tem quase cem. Dentro de Água Branca, só na minha rua têm quatro. Uma frente, outra atrás, uma de banda e outra de lado depois que chegou esse padre. Por quê? Por que o povo… O povo de Água Branca é o povo mais católico que existe. Hoje estão deixando o catolicismo para irem para outras igrejas por que não tem um pároco igual ao monsenhor Rosevaldo e ao nosso saudoso Monsenhor Sebastião”.

 

Após aplausos do público, o edil ainda revelou que o Padre Delorizano estará saindo da paróquia provavelmente em junho de 2016.

 

A reportagem do portal Radar 89 conversou com alguns fiéis para sabermos como é realmente o trabalho do atual padre no município e, segundo algumas opiniões, encontramos uma população dividida. Enquanto algumas gostam do trabalho de Delorizano, outras, já não gostam e até relatam algumas irregularidades sobre o comportamento do pároco na comunidade local.

 

Tentamos um contato com o Monsenhor Delorizano em sua residência onde o mesmo não se encontrava e aguardamos o seu posicionamento sobre o assunto.

 

Referente a saída do pároco e sobre o fato ocorrido com o vereador Pedro Freire, estamos aguardando também o posicionamento do Bispo de Palmeira dos Índios (que atende as paróquias do agreste e sertão) Dom Dulcênio Fontes de Matos.

 

Ouça o áudio:

 

 

Deixe aqui seu Comentário

Radar notícias © 2014 - 2024 Todos os direitos reservados.