Caso Marquinho: irmão acusado de assassinato se entrega à polícia em Delmiro Gouveia

Por | 10 de julho de 2024 às 10:43

O caso que chocou a comunidade de Delmiro Gouveia em outubro do ano passado teve um novo desdobramento significativo nessa última terça-feira, 9. Paulo do Sofá, acusado de assassinar seu irmão, Marcos Alex Gomes, se entregou à polícia por livre e espontânea vontade, acompanhado de seu advogado. O comunicado foi feito pelo delegado Rodrigo Rocha Cavalcante em suas redes sociais.

O crime ocorreu no dia 23 de outubro de 2023, na Praça do Desvio, em Delmiro Gouveia, no Alto Sertão de Alagoas. Marcos Alex Gomes foi brutalmente assassinado com um objeto cortante, similar a uma faca, que atingiu a região do seu coração. O homicídio abalou profundamente a comunidade, e as investigações foram conduzidas pelo delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti, que trabalhou incansavelmente para reunir evidências contra o suspeito.

Desde o início, Paulo do Sofá, irmão da vítima, foi considerado o principal suspeito, uma vez que câmeras de segurança captaram o início da confusão. Testemunhas e provas circunstanciais apontaram para ele, levando a justiça a emitir um mandado de prisão. Durante as diligências, o delegado Cavalcanti e sua equipe coletaram provas essenciais que fortaleceram o caso contra Paulo.

Quase nove meses após o crime, Paulo do Sofá se apresentou voluntariamente à polícia em Delmiro Gouveia. A entrega foi coordenada por seu advogado, que acompanhou todo o processo. Paulo agora está preso à disposição da justiça, aguardando os próximos passos do processo judicial.

Em sua rede social, o delegado Rodrigo Rocha Cavalcante comentou sobre o caso: “Hoje, tivemos um desfecho importante no caso do assassinato de Marcos Alex Gomes. O principal suspeito, Paulo do Sofá, se entregou à polícia. Continuamos comprometidos em garantir que a justiça seja feita para Marcos e sua família.”

Com Paulo do Sofá sob custódia, o caso agora avançará para a fase judicial. O Ministério Público e a defesa apresentarão suas argumentações, e um julgamento deverá ocorrer nos próximos meses. A comunidade de Delmiro Gouveia, ainda abalada pelo trágico evento, aguarda ansiosamente por justiça.

Deixe aqui seu Comentário

Radar notícias © 2014 - 2024 Todos os direitos reservados.