Crise: Prefeito Manoel de Audálio de Piranhas corta gastos e reduz o próprio salário

Por ASCOM | 1 de outubro de 2015 às 15:25

manoelEm decorrência da enorme crise econômica e financeira que no momento assola todo o país, em especial os municípios brasileiros, devido às quedas nas transferências de recursos da União para os municípios e de acordo com a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) cujo limite é de 54%, limite esse que se atingido, predispõe a gestão diversas sanções legais e administrativas pelo descumprimento ao que reza a Lei de Responsabilidade Fiscal, a exemplo da ausência de qualquer transferência de recursos e a desaprovação das Contas no TCU e TCE.

 

Como a Prefeitura de Piranhas já chegou ao limite considerado prudente, o Prefeito Manoel Brasiliano, resolveu anunciar algumas medidas, regulamentadas por Decreto Municipal, para que a Prefeitura não sofra nenhuma penalidade ou retaliação legal, o que inviabilizaria a gestão.

 

Desta forma as medidas adotadas pelo Prefeito são:

 

  • Redução de 20% sobre o salário do Prefeito e dos Secretários;

 

  • Redução de 20% em todos os comissionados que recebem acima de R$ – 1.200,00 (um mil e duzentos reais);

 

  • Teto salarial de R$ – 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) para todos os contratados;

 

  • Desativação por 120 dias das Secretarias de Pesca e meio Ambiente, Planejamento, Articulações Políticas, Secretaria Extraordinária, Coordenadoria de Projetos Culturais e Preservação da Memória e da Coordenadoria de Políticas Sociais;

 

  • Devolução de carros locados;

 

  • Suspensão de abastecimento de combustível, exceto para os serviços essenciais, como os da saúde e infraestrutura;

 

  • Suspensão das cotas de alimentação;

 

  • Suspensão das gratificações;

 

  • Retorno dos funcionários concursados/efetivos aos seus cargos e secretarias de origem.

 

Fonte Ascom

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está tomando os cuidados necessários para o coronavírus?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar notícias © 2014 - 2020 Todos os direitos reservados.