“Não fui procurado, é pura mentira”, diz vereador Casa Grande em relação a acusação contra o mesmo

O caso é sobre um suposto controle de uma ambulância, onde o motorista se negou a socorrer uma vítima e ela acabou falecendo no Povoado Sinimbu, em Delmiro Gouveia

Por Redação | 1 de fevereiro de 2019 às 14:37

 

Na manhã desta quinta-feira, 31, o vereador Raimundo Valter, conhecido como “Casa Grande” concedeu uma entrevista no programa “Radar” da Rádio Angiquinho 98,5, com o objetivo de esclarecer vários fatos a respeito de uma acusação contra o mesmo sobre um suposto controle de ambulância, que resultou na morte de uma mulher no último domingo, 27, no Povoado Sinimbu, em Delmiro Gouveia.

 

Caso:

O caso vem ganhando uma grande repercussão, devido a situação ter resultado na morte de uma mulher, que segundo informações do portal italotimoteo.com.br, a vítima teria passado mal na noite do último domingo e quando os familiares foram pedir apoio ao motorista da ambulância do povoado, o servidor recusou-se e disse que só sairia do local com a permissão do parlamentar representante da localidade.

 

Durante a apuração de informações, um homem identificado como “Negão” que seria companheiro da vítima, pediu ajuda a um morador que possui veículo de passeio, para que o mesmo ajudasse no socorro, porém a vítima sofreu uma parada cardíaca no momento em que era colocada no carro, não resistiu e veio a óbito.

 

Após o ocorrido, Negão e a filha que não teve o nome divulgado, estiveram na 26ª Delegacia de Polícia do município para registrar um Boletim de Ocorrência e esperar que os responsáveis fossem punidos.

 

Esclarecimento do vereador Casa Grande:

Durante entrevista, o vereador disse que o caso não procede. Segundo ele, o motorista da ambulância identificado como “Banda”, ao atender a família da vítima, informou que tinha uma viagem agendada para encaminhar uma criança para a cidade de Delmiro Gouveia e logo após ser transferida para Maceió. Por já ter uma ocorrência a ser realizada, o motorista pediu para que a família fosse até a residência de Casa Grande para que ele pudesse levar a vítima até uma unidade de saúde.

 

Segundo o vereador, o caso da criança que reside no Assentamento Juá, é emergencial e a secretária de saúde já tem uma ordem judicial para tratar a vítima com preferência.

 

Casa Grande, informou que o motorista relatou a família da vítima que não poderia ir a ocorrência, porque já tinha uma para cumprir e o mesmo deixou uma pergunta: “E se eu socorresse a mulher e a criança tivesse vindo a óbito?”.

 

A reportagem do site radarnoticias.com.br esteve na Secretaria de Saúde na manhã desta quinta-feira, 31, para falar com o secretário André Ramalho, para prestar esclarecimento em relação a ambulância, mas ele não estava no momento.

 

Conclusão:

O motorista da ambulância relatou que tinha uma ocorrência para realizar e por isso não podia ficar à frente de mais uma, devido a isto, pediu para que os familiares fossem a casa do edil.

 

O vereador Casa Grande informou que estava em sua residência no momento, e segundo especulações, a família da vítima não foi até sua residência, devido “Negão” não ter contato com o mesmo.

 

Cabe agora à Justiça analisar ambos os lados e determinar o que deverá ser realizado para punir os responsáveis.

 

Redação:

Diversas pessoas questionaram e criticaram o caso, muitos com o objetivo de difamar lado A ou B, outros com a esperança de que tudo venha ser resolvido e que seja estabelecida uma solução para que o caso não se repita. A maioria já relacionou o caso a politicagem, uma coisa comum de se ver. Mas estamos falando de saúde, de pessoas, estamos comentando a respeito da vida, e quando tocamos neste assunto, a população não pode se calar, independentemente de cor, raça ou classe econômica, ambulância tem que servir como ambulância. Isso está preconizado entre Ministério da Saúde e prefeituras municipais, que as recebem para atender suas cidades. Se não tem o suficiente em uma localidade, os responsáveis devem realizarem os procedimentos necessários. Ambulância tem que servir à população que precisa, e ponto final.

 

Publicidade:

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você acredita que os vereadores de Piranhas estão fazendo um bom trabalho?

    • Não (83%, 24 Votos)
    • Sim (17%, 5 Votos)

    Total de Votos: 29

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar89 © 2014 - 2017 Todos os direitos reservados.