Sindicato dos trabalhadores da educação em Delmiro Gouveia rejeita a proposta de reajuste salarial feita por Padre Eraldo

A reportagem do Radar 89 foi até a sede do SINTEAL para que o presidente pudesse esclarecer melhor o porquê da rejeição.

Por Anderson Cleyverson | 3 de julho de 2018 às 20:41

Pedro Pereira – Presidente do SINTEAL

 

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal) do Alto Sertão, sediado no município de Delmiro Gouveia, Pedro Pereira de Sá Júnior, explicou o motivo pela rejeição da proposta de reajuste salarial ofertada pelo prefeito Padre Eraldo.

 

A reportagem do Radar 89 foi até a sede do SINTEAL para que o presidente pudesse esclarecer melhor o porquê da rejeição.

 

Pedro Pereira explicou que a categoria assimilou com um certo nível de simpatia a proposta da gestão, porém o que não agradou foi a forma da divisão porcentual. O prefeito Padre Eraldo ofertou na última quarta-feira (27), o reajuste de 6,81%, o formato de divisão ficou de 3% em julho e 3,81% em outubro.

 

Então ficou claro que o reajuste não foi aceito devido a forma apresentada e por isso os trabalhadores serão chamados para uma assembleia, onde traçarão novas estratégias e apresentarão a gestão municipal com o intuito de ser solucionado este problema com os servidores.

Deixe aqui seu Comentário

ENQUETE
  • Você está satisfeito (a) com a gestão do seu município?

    Carregando ... Carregando ...
  • INSTAGRAM
    Radar89 © 2014 - 2017 Todos os direitos reservados.